Mitos do Wii reloaded: opinião do leitor

Mitos do Wii reloaded: opinião do leitor

Saudações aos leitores.

Segue no link um texto do leitor Allan sobre o post que trata dos mitos do Wii. Como ele me mandou via e-mail um verdadeiro tratado sobre os consoles, decidi dedicar um post mostrando a opinião dele sobre esse assunto.

Apenas um toque do AvcF: editei o texto original organizando os parágrafos e corrigindo erros de português. Fora isso, mantive a idéia original intacta.

Bom, vou começar com o lançamento da geração Playstation 2, Gamecube e Xbox… a sony vinha de um tremendo sucesso com seu Playstation 1, a Nintendo de um fracasso com o N64, e a Microsoft era a iniciante. Os dvds estavam começando a aparecer, e a Sony fez um grande cartada lançando seu VG como um DVD player, o que deu muito certo e alavancou as vendas de Play 2… afinal, por que comprar só um VG e depois ter q comprar um dvd player, se é possível comprar os 2 juntos ( e mais barato do q comprar separado)…juntando a vantagem do dvd ( q compensava um preço acima da concorrência), e o grande sucesso de seu VG anterior, a Sony ainda conseguiu 2 vantagens, exclusividade e o Japão…vários super sucessos na época atingiram somente o Play 2 (Final Fantasy, GTA, Metal Gear, Winning Eleven), o que aumentava as vendas, e a Sony conseguiu conquistar o mercado japonês q ainda é o maior do mundo (se mudou recentemente eu não sei, mas até alguns anos era, tanto q quase todas as grandes do mercado de VG nasceram lá).

Enquanto isso a Nintendo perdia publico, a Microsoft começava sua caminhada para tomar o mercado americano, e a Microsoft conseguiu, enquanto a Sony pensa somente no Japão e acredita q “se der certo no Japão” vai dar certo no resto do mundo, a Microsoft agiu de forma diferente, e começou a investir no q o público americano gosta… ou seja, enquanto a Sony pensava em jogos no estilo anime ou manga, que agradam aos japoneses, a Microsoft pensava em HQ’s americanos, com super heróis brutos e violentos, que é tudo q os americanos gostam. Resultado, a Microsoft mesmo sendo uma novata caiu nas graças dos americanos, mas teve um resultado pífio no Japão, e a Sony continuou líder absoluta no Japão e começou a perder o mercado americano…

E ai vem à próxima geração.. as apostas da Sony foram praticamente as mesmo do seu Play 2. ela tentou lançar seu novo VG com um mídia nova, o blu-ray, e pensava q isso impulsionaria as vendas…o problema é q dessa vez não deu certo, e basicamente por 2 motivos: primeiro, o blu-ray era extremamente recente, e o dvd tinha acabado de se consolidar como o novo padrão, ou seja, era cedo demais para o blu-ray entrar em cena…e para piorar, a Microsoft ( não somente ela, mas ela deu uma boa ajuda) começou uma guerra para definir o padrão q sucederia o dvd, o que fez o blu-ray não ser tão atraente no lançamento do play 3, e até hoje acho q ajuda a afundar esse VG, pois ainda não é o padrão que domina o mercado por não ter substituído ainda o dvd…ou seja, no dia do lançamento do Play 3, ninguém queria realmente gastar dinheiro para ter um, pois seria uma aposta arriscada e cara…para piorar a historia para a Sony, vários jogos q sempre foram exclusivos do Play 3 agora eram lançados em todas as plataformas…até mesmo o super sucesso Final Fantasy iria ser lançado também para seu maior concorrente, o 360 ( e a Nintendo ficou com os Final Fantasys para o DS, seu portátil)…e a Sony continuou ignorando os americanos, enquanto a Microsoft apostava todas suas fichas nesse cavalo…resultado, os EUA hoje tem muitos mais Xbox 360 do que Play 3, e só no Japão a Sony se mantém na frente da Microsoft (pois quase toda sua coletânea é voltada para esse público)…

Agora realmente aparece o monstro q destruiu o Play 3… não bastava todos esses problemas q já seriam ruins sozinhos, a sua concorrente q havia ido mal nas duas gerações anteriores, finalmente deu o troco…lançou um VG com as mesmas características q os seus anteriores, mas mudou totalmente o conceito de jogabilidade…não vamos mentir, o Wii faz sucesso graças ao seu controle maluco e divertido, sem isso ele seria um Game Cube 2, ou seja, outro fracasso…Lançar uma tecnologia nova, é um jogo arriscado…dependendo de como você lida com a situação, pode ser um grande sucesso, ou um grande fracasso…e nesse caso, foi um grande sucesso…por mais q isso seja discutido, acho q a verdade incontestável é q realmente as pessoas compram o Wii pelo Wii Sports, que todos conhecem…DEPOIS, elas começam a pensar no q mais o Wii tem a oferecer…foi como aconteceu com o Play 2 no Brasil…por que as pessoas compravam Play 2? Por causa do Winning Eleven e nada mais… DEPOIS elas pensavam no q mais o console tinha a oferecer, mas sem o Winning Eleven, nem haveria a possibilidade de comprar…acredito q quem compre um Wii, compra pensando “naquela maravilha de jogo q eles jogaram ou ouviram falar, que você pode jogar tênis ou boliche como se fosse de verdade”…apenas depois disso elas se preocupam em procurar coisas novas, e isso quando procuram…

Mas como já foi dito, e não discordo, o Wii é um VG mais light, algo mais parecido com o q chamam de casual, e por isso q acredito q milhões de unidades de Wii foram vendidas somente com um jogo, o tal do Wii Sports, e muita gente fique contente em ter somente ele mesmo… E se formos olhar os números, talvez eles comprovem isso mais ainda… acabei de pesquisar, a fonte é a gamespot, e lá diz q foram vendidos 45 milhões de Wiis, 28 de Xbox 360, e 21 de Play 3…agora usando esse numero, e sabendo q existem muito mais wiis, porque a lista de jogos mais vendidos de 2007 e 2008 simplesmente não tem jogos para o wii sem ser os q a Nintendo faz? Alem disso, como um VG com quase o dobro de unidades vendidas tem tão poucos jogos no topo de lista de vendagem? Afinal de constas, fazer um jogo q 10% dos usuários gostem não deve ser difícil, e 10% já é 4,5 milhões!

Game Software (in units sold) 2007

1) Halo 3 (360, Microsoft) – 4.82 million
2) Wii Play with Wii Remote (Wii, Nintendo) – 4.12 million
3) Call of Duty 4: Modern Warfare (360, Activision) – 3.04 million
4) Guitar Hero III: Legends of Rock (PS2, Activision) – 2.72 million
5) Super Mario Galaxy (Wii, Nintendo) – 2.52 million
6) Pokémon Diamond (DS, Nintendo) – 2.48 million
7) Madden NFL 08 (PS2, Electronic Arts) – 1.9 million
8) Guitar Hero II (PS2, Activision) – 1.89 million
9) Assassin’s Creed (360, Ubisoft) – 1.87 million
10) Mario Party 8 (Wii, Nintendo) – 1.82 million

Game Software (in units sold) 2008
1) Wii Play with Wii Remote (Wii, Nintendo) – 5.28 million
2) Mario Kart Wii (Wii, Nintendo) – 5 million
3) Wii Fit (Wii, Nintendo) – 4.53 million
4) Super Smash Bros. Brawl (Wii, Nintendo) – 4.17 million
5) Grand Theft Auto IV (360, Take-Two) – 3.29 million
6) Call of Duty: World at War (360, Activision) – 2.75 million
7) Gears of War 2 (360, Microsoft) – 2.31 million
8) Grand Theft Auto IV (PS3, Take-Two) – 1.89 million
9) Madden NFL 09 (360, Electronic Arts) – 1.87 million
10) Mario Kart DS (DS, Nintendo) – 1.65 million

Isso não contradiz toda a historia de q o Wii consegue gerar jogos bons de terceiras? acredito que, devido ao seu numero expressivamente maior de unidades vendidas, algum jogo deveria ter despontado no Wii com sucesso, mas mesmo assim, só os jogos da Nintendo fazem MUTO sucesso, e dos q fazem sucesso mediano, se tirar os jogos multiplataforma como Guitar Hero e Madden NFL, talvez nem exista algum jogo de Wii q não seja da Nintendo e tenha feito sucesso…eu pelo menos nunca ouvi falar…

as minhas 3 fontes usadas foram

http://www.gamespot.com/news/6203876.html?tag=result;title;2

http://www.gamespot.com/news/6184847.html

http://www.gamespot.com/news/6203257.html?tag=result;title;4#

Obs: infelizmente não achei fontes para vendas de jogos no Japão, então tem uma grande falha em tudo q eu disse sobre as vendas…ignorei o Japão XD e outra coisa, NÃO SOU CONTRA O WII, na verdade é quase um sonho ter um, talvez eu ateh consiga esse ano…mas por tudo q leio em todos os lugares, concordo com quem diz q é um VG para jogar Wii Sports ( e wii play pelo visto).

30 thoughts on “Mitos do Wii reloaded: opinião do leitor

  1. Muito bacana sua opiniao. tenho um Wii, e estou muito satisfeito com ele. Ele eh capaz de gerar otimos games de thirds, como Resident Evil Umbrella Chronicles e No More Heroes sem contar com os novos games como The Conduit, Muramasa: The Demon Blade e muitos outros

    O mito de que games de thirds nao vendem no Wii estah aos poucos caindo por terra. muitos games jah bateram e estão chegando na marca de 1 milhão de unidades, reforçando a força do console.

  2. bom, primeiro gostaria de agradecer ao avcf por abrir espaço aqui para minha opinião XD tmb queria falar (mudando bruscamente de assunto) q acho q o site foi invadido por um hacker, pois toda pagina q eu entro o avast avisa q o site tah tentando baixar esse arquivo http://gvatemal.biz/pfd/spl/pdf.pdf para meu computador, q eh um virus…
    quanto ao comentario do rafael, tem alguns games de 3rds q agora estão conseguindo vender msm, mas por enquanto são pouquissimos, e a grande maioria de games de 3rds são lastimaveis (como o Augusto disse num comentario no post anterior)…espero q a qualidade desses games comece a melhorar e q a propria nintendo comece a lançar mais jogos bons, para melhorar assim a qualidade media dos jogos do seu console.

  3. Prabéns pela sua opinião. Tenho um wii, e concordo com vc, quando diz que somente os jogos da nintendo vendem expressivamente. Somente discordo quando vc fala a respeito do blue-ray. Como ele será a “próxima” mídia, ainda tenho dúvidas, se irei comprar um ps3 ou um xbox 360. Se levar em conta os games exclusivos, o xbox “dá pau”com facilidade no ps3, por isso que eu acredito que se a microsoft lançar um xbox com blue ray, o ps3 está fadado a desaparecer.

  4. As nossas opinioes divergem um pouco. Na minha opinião o play one só vendeu mais porque era possível comprar um jogo por 5,00 reais em casa esquina. Afinal de contas qualquer jogo fica bom quando se paga 5,00 reais por ele… Eu tive um N64 e tive contato com os melhoros jogos de palataforma ( aventura) e tiro da época: multiplayer com quatro jogadores e sem loading… (rs) . Tenho o gamecube, e é aqui que a qualidade dos jogos despencou. A RARE ( produtora de perfect dark, banjo kazooie e donkey kong) mudou-se para a microsoft. E por isso que agora não apostarei mais na nintendo, que me decepcionou com o último legend o zelda e vou comprar um xbox 360 e matar a saudade de banjo kazooie e perfect dark XD

  5. Sobre as vendas nos EUA se vende muito mais videogames do que no Japão e já há muito tempo. Se se comparar os números da Media Create (Japão) com o NPD (EUA) verifica-se que o número de consoles e jogos vendidos nos EUA é muito maior. Só em dezembro foram 2 milhões de Wii (no japão vende-se cerca de 30, 40 mil por semana). O que diferenciava antes o Japão em relação aos EUA é que os jogos que todos queriam jogar eram feitos no Japão (Final Fantasy, Resident Evil, Metal Gear, Super Mario Brothers, Mario Kart, etc) hoje os jogos que dão água na boca são em sua maioria desenvolvidos nos EUA (Gears of War, Halo, God of War,…). Claro que tem muita coisa legal feita no Japão mas os EUA passaram na frente. As empresas japonesas não se preocuparam com o desejo dos usuários das outras partes do mundo, pensando apenas em satisfazer seus usuários domésticos e ai perderam mercado pois por melhor que seja um RPG da Square-Enix o americano quer mesmo é jogar um FPS de primeira.

  6. Esse de longe é o blog mais nintendista que eu já vi, nintendo viro as costas (pra quem entende do assunto como diria o dono da nintendo) com a merda do wii………
    Nao consegui ficar uma semana com o wii, é o vg mais ridiculo que já vi, sei lá questão de gosto mas pokemons, mario GalAsY e essas coisas não me animam mais………………………..
    Se vendas significasse bom gosto cd de funk vendia muito pouco huehue

  7. Tópico imparcial e texto de qualidade, parabéns!

    Sobre os jogos de thirds, realmente não tenho muito a comemorar.
    Sou fã da nintendo, tenho todos os consoles desde o snes (infelizmente, ainda não consegui um nes 8-bit em bom estado) e digo que perdemos sim muita qualidade, e isso se vê nos números de vendas (situação que têm mudado lentamente). Poucos jogos atingem vendas realmente expressivas, boa parte feitos pela própria nintendo.
    Detesto essa onda de jogos casuais, não pelo propósito dos games do estilo, mas porque 90% são jogos de baixo custo e baixa qualidade (e parece chover jogos do tipo nos consoles nintendo).

    Sobre os games japoneses perderem o mercado norte-americano, eu lamento, pois neste processo, perdemos também a variedade.
    GTA e HALO podem ser excelentes games, mas não digo o mesmo das dezenas de shooters genéricos e imitações de GTA, produzidos nos últimos 5 anos.

    Os norte-americanos podem adorar shooters e jogos de esporte, mas eu ainda gosto muito mais de lutas, RPGs, hack n’ slashes, games de paltaforma e outros, por muito tempo produzidos com grande qualidade por softhouses japonesas.

  8. POrrr… não acredito que ainda tem gente repetindo esses mantras tendenciosos sobre a Nintendo, coisa de criança, etc e tal, na verdade quem tem grana compra um X360 e um WII para se divertir, quem não tem… escolha fica chupando dedinho

  9. Rebert, comcordo bastante com vc, tenho a mesma opinião ao ps1 nintendo 64, mas acho q o ultimo Zelda é um otimo jogo, mas assim como vc, e a maioria q o jogou, fiquei muito desepcionado, pq eles criaram tanta expectativa, q embora o jogo seja otimo, foi imposivel ñ se decepicionar na 1ª vez q jogava ele

    acredito q os jogos q mais venderam pra wii, sejam da nintendo, pq ela realmente produz otimos jogo, como zelda, q é meljor franquia de jogos q ja foi criada ( ñ sou q digo isso, mas os especialistas, final fantasy, metal gear solid, halo vem depois), mario e todas as suas ramificações (mario cart, mario part, mario tenis, mario golf) q o povo adora, e pokémon, q é um RPG famoso nos portateis

  10. Esse negócio de dizer que o psone vendeu mais que o N64 graças a pirataria é de uma bobagem sem tamanho.Como se o console da sony não tivesse seus méritos.

  11. Quanto ao playstation 1 ele vendeu bem por vários vatores. Paciência que o texto é longo:

    1-) Sua estrutura de programação era em C+ que facilitava a vida dos programadores e as conversões de games arcade da época eram quase perfeitas e em prazos competitivos. Já o seu concorrente diretor o Sega Saturn Utilizava o rudimentar “assembly” que era complexo e elvevava os custos e prazos de produção. O resultado foi que ocorriam muito mais lançamentos no PSone do que no Saturn. Compilar jogos no N64 era complexo devido ao custo de fabricação de cartuchos na epoca, que na minha opinião foi a derrocada da Big N naquela geração.

    2-) O Playstation 1 é derivado de uma parceria Sony-Nintendo que não vingou e acabou se tornando o primeiro VG que incorporava tecnologias inovadoras de geração de gráficos poligonais… ainda que rudimentares estes viriam a dominar o mundo dos games em breve te tinha também recursos multimedias como o CD-ROM. Sega Saturn também tinha recursos multimedia mas compilar jogos com gráficos poligonais era horrivel, embora para alguns jogos não poligonais como “X-Mem vs Street Fighter” e Street Fighter Zero 3″que utilizavam expansão de memória RAMo Saturn Deixava seus concorrentes pra traz mas não foi suficiente para mudar sua sorte. Já o N64 sofria com poucos lançamentos (embora tenha tido ótimos jogos)

    3-) A pirataria é decisiva para definir um campeão de venda apenas em paises mais pobres. Em paises desenvolvidos como EUA e Japão ou mesmo no continente Europeu a renda superior permite a escolha de um VG / jogos sem levar tão em conta somente a questão financeira sem falar que como as desenvolvedoras estão la, câmbio comercial facilita preços competitivos e sem falar no absurdo imposto de importação que temos de pagar aqui n0 Brasil (272%). Dai se explica porque um VG com facilidade de encontrar jogos piratas baratos se espalhou tanto aqui no brasil quantos os Playstations 1 e 2. É claro que a quantidade massiva de lançamentos de jogos exclusivos também foi fator fudamental para o sucesso do PS-2… coisa que já não acontece tanto nesta geração e creio que em alguns anos tende a diminuir.

    4-)O lPlaystation 2 foi lançado logo após o Sega Dream-Cast (1999) que Naufragou e o deixou sozinho na corrida. O Xbox e Game Cube eram máquinas superiores que o PS2. O Xbox ainda oferecia o recurso da Live mas entraram tarde demais em um mercado que já estava tomado e ficaramu à sombra de seu concorrente niponico.

  12. Gostei do texto e não o achei parcial

    Contra o PS3 pesa o alto custo (a Sony tem prejuizo no hardware) e a aposta num tipo novo de mídia. Já o X360 tem contra si o grande nº de consoles defeituosos, não é incomum vc encontrar alguém que já teve de trocá-lo.

    Para não ficar para trás novamente a Nintendo resolveu inovar e apostar num nicho de mercado que era deixado de lado: os jogadores casuais. Conseguiu seu objetivo e agora eu acho que deveria investir tanto quanto em jogos para os gamers mais exigentes, uma coisa que eu acho possível pois se o Wii tem um hardware superior ao Gamecube (que tinha jogos de qualidade, basta comparar sua versão do RE4 com as outras) ele pode ter jogos com visual mais caprichado.

  13. Tive a oportunidade de jogar os 3 consoles da atual geração antes de escolher 1 deles e dizer qual deles é melhor é muito relativo e independe de sua posição no ranking de vendas:

    Escolhi o Xbox 360 que apesar das 3Red-light tem representação aqui no Brasil e um formato de midia que ainda é mais vantajoso em relação ao Blu-Ray do PS-3.

    Adoro jogar “Fight Nights R. 3” que é um jogo de boxe super realista e isso garante a imerssão do jogador e seria o máximo se pudessemos utilizar o Wii remote mas por outro lado não teriamos a mesma qualidade gráfica que garante tal realismo e tambem saria “morto” de uma luta qualquer.

    Maquinas como o PS-3 ou Xbox 360 apesar de não terem controles tão interativos quanto o Wii garantem uma gama de detalhes impressionantes que requerem hardware poderoso. Um exemplo típico é o PES 2009 ou Fifa09 que possuem animação dos atletas superior à do Wii. Simuladores de Corrida como Forza e Gran-turismo são outra prova . Também não dá pra esperar que um título como “Dead Rising” ou “Call of Duty” tenha a mesma quantidade de zumbis/detalhes/precisão nos comandos.

    É fato inegal que o Wii revolucionou o mercado e fez pesoas que jamais jogaram um VG ficarem grudados em um VG…é febre entre adolescentes, mulheres e mesmo idosos; mas também não podemos esquecer os “Hard-Core” ou “Intusiastas” se preferirem afinal de contas foi esta parcela que financiou toda esta indústria nos últimos 25 anos e graças à eles temos gratas surpresas como o Wii.

    O que virá depois ainda é especulação. Não dá pra dizer que a Nintendo irá repetir o sucesso do Wii mantendo a mesma forma de controles por movimento e também não dá pra dizer que Microsoft não tenha aprendido a lição com tantos Xbox 360 defeituosos ou mesmo a Sony talvez tenha aprendido com sua estratégia de negócio que a fez amargurar prejuízos bilhionários e a última posição nas vendas da atual geração. Junte à isso um novo player que não está de brincadeira. Trata-se da Apple que se repetir o mesmo sucesso da gama Ipod/Iphone poderá ocupar o espaço que hoje é da Big N. A atual geração já está definida e me parece que a Nintendo venceu. Em pouco mais de 1 ano nossos comentários estarão voltados para a próxima geração.

  14. Já tive um Wii (comprei no mês do lançamento) e posso dizer: Pra quem não é casual, o Wii dificilmente vira algo prazeroso.

    Usei o termo “não casual” pq não é necessariamente a só a categoria hardcore que não empolga muito com o Wii. Eu trabalho no meio de semana , e só jogo nos fins de semana, mas não é por causa disso que eu vou querer ficar jogando só simuladores de esporte, cozinha e outras coisas.

    Eu tinha no Wii poucos jogos própriamente deles (S.Bros Braws, Mario Galaxy, Metroid Prime 3 e só pq num gosto de jogo de corrida, logo o Mario Kart se exclui) e olhava a lista de jogos “interessantes a serem lançados, e via uma coisa ou outra, em espaços muito grandes de tempo, o resto era pura “casualidade” e realmente pra mim não dava isso, no final da história, resolvi vender meu Wii pq estava percebendo que eu estava com o vg da nintendo só para comprar coisas passadas ou do Virtual Console ou do Gamecube e mais nada, e a Nintendo não faz o favor de lançar pelo menos alguma franquia nova para players não tão casuais a muito tempo, até hoje me mordo de inveja da Sony tendo a maior parte do acesso dos jogos Final Fantasy de melhor produção e do Kingdom Hearts, enquanto isso a Square-Enix lançava pro meu videogame um Final Fantasy com um visual parecendo que os personagens sairam de um livro de crianças de 5 anos. No final das contas acabei concluindo o seguinte:

    Se eu quiser jogar Tenis, eu não compro um videogame, eu compro aulas de Tenis que vai ser muito mais saudavel e benefico pra mim.

    Se eu quiser fazer Ioga eu pago aulas de Ioga já que vai ser muito mais saudavel e bem mais eficiente com um profissional qualificado do meu lado que vai me falar o exercício sob medida pra mim.

    Se eu quiser simular alguma coisa comum para o ser humano como cozinhar, tocar um saxofone ou algo assim, eu vou para cozinha ou aprendo a tocar o instrumento, oque nos 2 casos eu sanho ganhando já que no final ou eu saio de barriga cheia o saio tocando seja lá que música for.

    Agora, se eu quiser jogar algo empolgante, com lindos gráficos, com boa história e que assim que eu termine de jogar já tenha mais opções disponíveis para que eu possa me divertir, realmente eu vou para outro videogame, por que, me dói escrever isso já que sempre tive videogames Nintendo, mas, se eu quero algo que não seja muito simples e que seja desafiador, eu tenho que ir para outro videogame que não tenha “Nintendo no nome.

  15. a verdade é esta!!! eu gosto de games, todos se por sinal, o ps3 tem graficos exelentes, mas uma coisa digo os graficos exelentes não tem mais graça, pois jogalos é a mesma mesmice de sempre. ja o wii (decorrente se o grafico é bom ou não) são movimentos diversificados
    bom eu digo uma coisa, gosto do wii e prefiro ele só que um detalhe este é um gosto meu e de quem gosta, não adianta um sonysta me por na cabeça que sony é melhor e pronto
    “gosto é que nem suvaco, cada um tem o seu, eu num vo ficar cheirando o de ninguem como ninguem não vai cheirar o meu e dizer que o cheiro é bom”

  16. tipow, acho q fui mal interpretado, pesso desculpas as pessoas q se ofenderam quando concordei com o cara q falo q o ps1 soh vendeu bem por causa da pirataria, claro q o ps1 tem varias ventagem sobre o nintendo 64,assim como o nintendo 64 tem varias vantagems sobre o ps1, ninguem compra um videogame so pq pode compra jogo pirata, mas minha intenção era concordar, q em varios lugares, e principalmente no brasil, o fato de poder compra um jogo por R$ 5,00 era um fator decisivo na hora de escolher um videogame, tanto q existiram muito mais ps1 e ps2 do q o nintendo 64 e gamecube, isso não se deve exclusivamente a pirataria, mais é um fator importante

  17. ae pessoal vamos continuar discutindo o assunto…sobre oq alguns disseram, pirataria realmente eh mais no 3° mundo, e acho q play 1 e 2 nao foram sucessos por causa disso…uma coisa q ficou faltando falar eh q, desde o N64 a nintendo não inventa coisas novas, anda fazendo soh remakes…acredito q a carencia por jogos do wii estah mto grande, tem 45 milhões de pessoas desesperadas por titulos de peso, e não só pequenas produções baratas e casuais (elas são divertidas, mas duram mto pouco, e ninguem aguenta soh jogar isso o tempo todo)…gosto dos jogos casuais do meu DS, mas msm nele tmb gosto de jogos mais trabalhados, e acho q msm portateis, q seriam para jogos casuais, tem q ter seus titulos “hardcore”…
    quem disse q o EUA passou na frente do japão, discordo totalmente…msm q venda mais nos EUA, todas as ideias atuais nascem no japão, as produtoras são japonesas, as tecnologias novas vem de lah, e os melhores jogos para VG tmb, tirando a microsoft, o mundo dos VG ainda eh japones para mim…mas os americanos taum realmente tirando a diferença, e talve em algum tempo realmente consigam passar os japonas, mas não vejo esse dia chegando cedo, e acho q nos brasileiros acamos dependendo mais do EUA e conhecendo eles melhores, devido a facilidade do uso do ingles, enquanto os japones continuam com aquela lingua q eh soh deles…acredito q, se um dia os japoneses começarem a produzir os jogos em ingles, e não produzirem em japones e traduzir 1 ou 2 anos depois, vamos ser mais influenciados por eles, mas ateh isso acontecer, a gente joga os jogos americanos hj e os japoneses em 1 ano…
    sobre a proxima geração (essa com certeza o wii jah ganhou…), tem um artigo mto bom sobre isso, quem tiver interessado http://www.edge-online.com/features/nintendos-wii%E2%80%AD-%E2%80%AC2%E2%80%AD-%E2%80%ACdilemma?page=0%2C0

  18. Sem querer ser chato, o Wii não vendeu porque é “inovador”, “legal” ou seja lá o que for. Vendeu porque é BARATO. Todo mundo ficou com a Sony atravessada quando vieram com aquele papo de US$800,00 de preço inicial, e aí eles cortaram algumas coisas e lançaram por US$600,00, um desconto bem abaixo do esperado. Fora ter que comprar uma TV alta definição, que também não era tão barata na época, e pagar US$60,00 cada jogo. Aí, a Nintendo anunciou um console que custa US$250,00 e funciona muito bem com a sua TV normal, além de ter jogos mais baratos… nem que o controle fosse igual ao do NES eles teriam como perder. E é bom a Nintendo começar a prestar atenção no que os consumidores estão pedindo, porque o que todos querem agora são jogos decentes. É só ver como todos os críticos ficaram putos com a palestra da Nintendo na E3 do ano passado, e como o Wii Music e o Animal Crossing estão vendendo muito menos que o esperado… só se fala agora em The Conduit, Deep Space, Raising Dead: Chop Till You Drop, Fatal Frame IV, Sadness, MadWorld, No More Heores: Desperate Strugle, Final Fantasy Crystal Chronicles: Crystal Bearers, Cursed Mountain, um possível Resident Evil 5 Wii, talvez um Kingdom Hearts III Wii, Dragon Quest X, etc. Ou seja, JOGOS – do mesmo tipo que sai para PS3 e 360… nada “inovador” ou “diferente”.

  19. concordo q o preço foi um grande fator de incentivo, mas tmb acho q a nintendo conseguiu achar um publico novo para seu VG…quando ela foi lançar o wii, a sony e microsoft pensaram: ” q porcaria, quem vai comprar isso, com certeza meu publico viciado não vai compra isso..” . E elas estavam certas! o publico hardcore eh oq para mim ateh hj reclama da falta de jogos do wii, e alguns reclamam simplesmente por não gostarem…não foi esse publico q comprou 45 milhões de wiis, foi o novo publico q a Big N achou, os casuais, aqueles q ninguem pensava q ia comprar videogames, mas eles compraram, e como! Agora a nintendo e a sony perceberam q eh um publico q dah dinheiro sim, e taum correndo atraz para pegar uma fatia desse enorme mercado…ao mesmo tempo, a nintendo não esqueceu q pelo menos 10% dos donos de wii são jogadores hardcore q apostaram q o wii não seria soh casual, e ela tmb tem interesse em vender para essas pessoas, e agora tah começando a aparecer mais acordos com terceiras para produzir jogos mais “complexos” para o wii, e espero q a propria nintendo tmb faça os seus…
    de todo jeito uma coisa eh certa, essa geração jah eh da nintendo…

  20. Certo, a vencedora desta geração é claramente a Nintendo – até agora. Só que continuo achando que este papo de jogadores casuais não tem muito a ver… o que todos querem é jogar coisas que prestem, não só besteirol. Repetindo, Wii Music e Animal Crossing: City Folk estão vendendo muito menos do que a Nintendo esperava, e são bastante voltados ao tal público casual… será que “casual” existe mesmo, ou será que as pessoas que compraram o Wii são as mesmas que iriam comprar o PS3 se tivessem mais dinheiro? Além disso, todo mundo deu um tempo inicial para a Nintendo, afinal sabiam que o console não era tão poderoso, além da tal proposta “inovadora”. Agora, parece que o tempo acabou… está todo mundo esperando o lançamento de coisas decentes. Se a Sony e a “Mico”soft baixarem os preços até níveis compatíveis com os do Wii, será que a vantagem da Nintendo se mantém? Eu tenho um Wii, e espero que logo comecem a lançar coisas que prestem para ele, porque até agora não tem muitos jogos legais, não.

  21. Ah, não dá pra esquecer também que o Wii trouxe o Wii Sports encartado – pode ser uma tech demo ou o que for, mas há quantas gerações não se via um console vindo com um jogo? – e teve uma Zelda como título de lançamento. ZELDA. Só uma das franquias mais conhecidas e admiradas da Nintendo, e de todo o mundo dos videogames… E tudo isso por apenas US$250,00 pelo console com um jogo e mais US$50,00 pela Zelda; US$300,00 no total por um console e mais dois jogos, um deles uma novidade legal e outro um clássico dos games, que todos sabiam que era fantástico. Tudo bem que esse último foi lançado simultaneamente para o Gamecube, mas quem é que tinha um desses nos Estados Unidos? Todo mundo comprou para Wii mesmo. Enquanto isso, o PS3 custava o dobro sem jogo nenhum. Então, também não sei se o povo queria tanto assim comprar jogos “casuais”. Se tivessem lançado o PS3 por uns US$350,00 e simultaneamente o Final Fantasy XIII por uns US$50,00, será que o PS3 não teria sido o vencedor desta geração também?

  22. com certeza se tivessem feito oq vc disse ele teria sido…ateh eu teria comprado..hauahuah…mas não fizeram, alias nem lançaram ainda o FF XIII e ainda por cima a sony perdeu a exclusividade e ele vai sair para xbox tmb…ou seja, a unica grande vantagem do play 3 tah sendo o MetalGear 4…e discordo de vc, acho q vc tah vendo soh pelo lado do pessoal q jah pensava e comprava videogames antes dessa geração…mas vc tah esquecendo o fato de q mta gente q nunca teria um VG antes agora tem o wii…pais de familia, crianinhas mto pequenas, mulheres em geral…todo esse publico nunca compraria um ps3 ou um xbox, mas todos esses ficaram maravilhados pelo wii…uma parte do publicodo wii eh aquele jogador q jah conhecia videogames a anos e apostou no wii por ser mais barato…mas a maior parte do publico do wii é formado de pessoas q nunca tiveram um videogame e não comprariam nenhum outro a não ser o wii…e grande parte desse pessoal se maravilhou com o wii sports e vai ficar soh com ele por um bom tempo, jah q esse publico não joga mto então não enjoa facilmente de um jogo..o proprio wii fit foi voltado para esse publico, pois não conheço ninguem fora dese publico q gostaria de ficar fazendo ioga em um videogame…
    então acho q oq vc falou eh exatamente o pensamento de quem jah conhecia o mundo dos games (o tal do pessoal hardcore) e estah esperando mais da nintendo para o wii valer a pena, mas o publico maior do wii não é esse…
    e quanto ao wii ser o vencedor dessa geração, eu disse isso pq jah foi feito um estudo, e para a segunda colocada (microsoft) alcançar a nintendo, o wii precisaria sair do mercado agora e a microsoft continuar vendendo nesse ritmo ateh 2011, para soh ai os xbox passarem os wiis.

  23. Bom, muito do que foi comentado é coerente.
    Tivemos uma perda de diversidade na última geração, e tenho para mim que isso ‘encolheu’ o mercado de games.

    A frente casual de games serviu para expandir o mercado outra vez, para atrair pessoas como seus irmãos mais velhos, que não jogaram nada desde ‘Donkey Kong Country’ (1994 – 1996), de volta aos games, e de quebra, atraiu pessoas que não se interessavam por nada disso.

    Tudo isso é legal, e óbvio. Mas e daí?
    E daí que nós, que temos mais de 25 anos e jogamos o tal ‘Donkey Kong Country’ durante os anos 90, e voltamos a jogar agora, ou seja, uma parcela considerável desse público ‘casual’, vai migrar para a próxima geração com a nintendo. Ponto pra ela!

    Como disse antes, detesto a tal moda de jogos casuais, não pela proposta deles, mas pela qualidade comprometida dos jogos.
    Mas prestem atenção na mudança do perfil dos lançamentos. No início, só tínhamos wii sports e lixos porcamente adaptados de ps2 para o wii.
    Aos poucos (como eu tbm já disse antes), isso mudou, teremos dead space, the conduit, overlord e monster hunter, já temos oneechambara, call of duty 5, guilty gear XX e outros jogos mais ‘tradicionais’.
    Temos também alguns títulos de complexidade intermediária, como os remakes de pikmin e mario tennis, wii spots resort (que traz uma interface mais precisa para o jogador), e alguns outros.

    Vejo que a nintendo está fazendo um esforço para trazer consigo ao menos uma parcela deste ‘novo público’ para sua base tradicional de jogadores, e está fazendo isso aos poucos.
    Porquê ?
    Porque em dois anos estaremos aguardando ansiosos aos consoles de próxima geração.

    Levante a mão quem acha que sua mãe ou tio se importa se o console reproduz imagens HD ou processa 5 teraflops…

  24. amém irmão, hehehe, e to esperando para ver se a nintendo vai conseguir trazer essa parcela do “novo publico” para a base tradicional, e de preferencia fazer isso lançando mais jogos bem trabalhados para o wii, e menos dos famosos “wii-shits”…

  25. Há três meses atrás resolvi que era horade entrar na “next gen” dos consoles. Pesquisei muito a respeito e decidi pelo Wii pelo seguinte motivo: é simples de jogar e todos os amigos que nunca gostaram de VG e a família toda jogarão. Acertei em cheio, todos se divertem, com uma exceção: EU. Descobri que sou “hardcore gamer” e resolvi assumir essa face. O Wii é ótimo para crianças e pessoas que nunca jogaram VG, no entanto eu jogo desde o Atari todas as gerações de VG e com a minha idade atual gosto de jogos de corrida, terror e guerras, o que não existe em grande qualidade e variedade no Wii. Portanto estou vendendo o meu Wii e comprarei um Xbox 360, que agora lançará o Natal e suprirá qualquer eventual “saudade” do Wii, com muito mais qualidade inclusive.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.