Majora’s Mask e um pouco de nostalgia

Saudações aos leitores.

Trago a vocês uma pequena pérola que achei por acaso durante uma arrumação em minhas bagunças. Como vocês puderam ver na imagem acima, trata-se de um guia em português que era incluso na edição especial de The Legend of Zelda: Majora´s Mask, vendido na época pela Gradiente. Era uma caixa maior que a padrão, que além do guia, incluia também o cartucho de expansão exigido para rodar o jogo. O primeiro detalhe que me chamou atenção é a qualidade do encarte, bem impresso, bem diagramado e feito em papel de boa qualidade, tratamento diferente das porcarias que vem sobre as caixas de jogos de Wii U e 3DS atualmente, claramente feitas nas coxas e apenas para cumprir tabela.

Bem mais que uma mera propaganda de Majora´s Mask, o guia justificava seu nome e dava ao jogador (sobretudo ao que não havia jogado um Zelda ainda) todas as informações necessárias para se situar bem com o enredo, as personagens e o mundo de Termina com seu sistema de três dias. Além disso, havia também mapas e dicas de combate contra inimigos e até contra o primeiro chefe do jogo, Odolwa:

E a partir daí, como o próprio guia diz, é com o jogador. São quatro páginas, com uma boa quantidade de informação e tudo em português, algo que não víamos – e continuamos a não ver – em todos os jogos.

Curiosamente, esse guia acabou me lembrando sobre como as coisas mudaram por aqui em 15 anos. O Brasil era, a despeito das crises internacionais da época, um país que olhava para frente com otimismo, e quem jogava Nintendo tinha o suporte Gradiente. Hoje, em compensação, o país já vive uma recessão, o sentimento geral é de pessimismo, o notíciário sobre corrupção é diário, e a parva que chamamos de presidente está mais perdida que cachorro em dia de mudança. A Nintendo por outro lado abandonou  de vez qualquer forma de suporte, largando os jogadores brasileiros na mão. Por sinal,  não achei o cartão de Majora´s Mask 3D em nenhuma loja, mesmo semanas depois do jogo ter sido lançado no resto do mundo. Que dureza.

Mas como não quero terminar de forma melancólica, força aí, amigos. Ainda sairemos dessa. Vamo que vamo. E se não jogaram ainda The Legend of Zelda: Majora´s Mask, saibam que estão perdendo um dos melhores games da série.

Até o próximo post.

AvcF – Loading Time.

2 thoughts on “Majora’s Mask e um pouco de nostalgia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.