Lançamento do PSP Go! expõe fracassos do portátil da Sony

PSP Go!

Saudações aos ambivalentes.

No post de hoje eu explicarei as minhas razões para considerar isso que vocês vêem no título do texto. Trata-se não apenas de um artigo de opinião, mas uma espécie de análise sobre o PSP e as decisões que a Sony adotou com ele. Leiam e depois me digam o que acham.

Todos vocês devem ter acompanhado a E3 e todo o frenesi que esse evento costuma gerar. Não consegui ver muita coisa ainda, mas as poucos estou me interando dos fatos. Mesmo antes do evento começar, um video já havia sido vazado com o vem a ser o PSP Go!, o novo modelo do portátil da Sony. Claro que os sonistas ficaram com o pêlo arrepiado (nem imaginava que seria diferente), quando eu olhei de volta para meu velho PSP “fat”, começei a pensar que realmente havia algo de muito errado com o projeto da Sony. É notável como ao menos para mim, o PSP é um aparelho dicotômico, antagônico, que alia em si acertos e erros, vitórias e derrotas, tudo em um só aparelho.

Os acertos são mais ou menos conhecidos, pois afinal, o PSP foi o único console que bateu de frente com os portáteis da Nintendo e sobrevive (e muito bem) para contar a história. A questão é que como plataforma de jogos tem suas qualidades, embora seu concorrente tenha mais variedade e originalidade. Mas como projeto, trata-se de uma falha. O PSP Go! de modo oblíquo é uma mostra disso. Para não ficar um texto desorganizado, destaquei alguns pontos que explorarei para demonstrar meu ponto de vista. Começarei pelo mais gritante.

O UMD

A mudança talvez mais alardeada do PSP Go! é a ausência do leitor de UMD, a famigerada midia do portátil. Vendido como a solução definitiva para a modernidade multimidia que representava a então novidade PSP, o UMD parecia a coisa certa. Desenho angulado e elegante e mais de um gigabyte de dados, era o suficiente para pôr no chinelo tudo o que havia até então. O problema era um só: a velocidade de leitura. Ou melhor, a falta dela. Sony conseguiu a poeza de levar o conceito da portabilidade para os tempos de carregamento de tela. Afinal, quem não gostaria de ver uma linda tela de loading na fila do banco, na espera do dentista ou no ponto de ônibus? Pior que isso era querer mostrar um jogo para um amigo e ele ficar minutos de cara com uma telinha preta e aquele maldito barulhinho de “Rêêêêêê” e “Rééééééééé” que o leitor fazia enquanto parecia arregaçar com o disquinho dentro. Era ridículo mesmo.

O problema maior é que tão logo veio a pirataria (como acontece quase todo console), pela primeira vez na história dos videogames, ela se mostrou MAIS EFICIENTE que o o modelo de midia original. Rodando isos piratas pelo cartão de memória, os loadings eram menores, os jogos rodavam mais rápido e até mesmo a bateria era economizada. Graças a tudo isso a Sony conseguiu projetar o único aparelho do mundo que era mais eficiente com a pirataria do que com seus próprios componentes. Vergonhoso, no mínimo, é o que pode ser dito.

Não é por acaso que o Go! se livrou dessa vergonha. Mas ao resolver um problema, a Sony criou outro, pois o que os milhões de donos de PSPs pelo mundo farão com seus discos, que se tornaram filhotes de elefantes brancos? Seria o mesmo que o DSi tivesse sido lançado sem entrada para os cartões do DS/Lite. Ou seja , algo que não faz muito sentido e evidencia um design que não deu certo. Por outro lado, e quem comprar o modelo novo e quiser jogar algum título entre as centenas já lançados na biblioteca do PSP como Castlevania, God of War Chain of Olympus, Mega Man X Maveric Hunter, Tekken 5 Dark Ressurrection, Star Ocean: Second Evolution, Jeanne Dark, entre outros? Sei que alguns aparecerão na PSN store, mas duvido que sejam todos e devem ser os de menor tamanho de arquivo.

Design do aparelho – lindo mas falho

Desde a primeira versão, sempre achei o PSP um aparelho lindo mas falho. Seu design e acabamento faziam o DS corar de vergonha, além de ser bem mais bonito que os celulares e smart phones que tinha visto até então. Por outro lado, já era visível que o aparelho tinha problemas, principalmente em relação ao gameplay. Como já falei anteriormente no texto, o leitor lerdo ocasionava loading times e gastava mais bateria, diminuindo a autonomia do aparelho. Porém, paralelamente havia o tempo de resposta lento da tela de LCD, que borrava os jogos em situações de muita movimentação e o nada prático direcional analógico. Em alguns jogos aquele trequinho é realmente parada dura e mais atrapalha do que ajuda. Percebi bastante isso quando joguei Ridge Racers e Brothers in Arms. Sempre que é possível escolher eu jogo no direcional pad mesmo, que funciona bem melhor na maioria das situações de jogo.

Se por um lado o PSPGo! é menor, mais fino e mais leve, por outro, não corrige nenhum dos problemas que citei acima. O tempo de resposta da tela já havia sido melhorado no modelo Slim, mas a tela do Go! foi diminuída, e devido ao aparelho ser em flip, até hoje não foi corrigido o problema (ao menos a meu ver) de sempre estar exposta a riscos. Eu posso tranquilamente colocar um DS Lite ou um DSi no bolso da calça ou de uma jaqueta sem me preocupar. Se fizer o mesmo com o PSP, sem nenhum acessório ou embalagem extra, eu irei riscar e emporcalhar sua tela. O analógico me parece ser o mesmo ruim de sempre, e esse formato novo dele me deixou dúvidas quanto sua ergonomia.

Embora seja uma questão mais subjetiva, achei que o PSP perdeu beleza com esse desenho mais arredondado e menos angulado, fora que achei desnecessários aqueles círculos brancos contornando o direcional e os quatro botões de ação. Mas o que não gostei mesmo foi a parte traseira do aparelho, que perdeu aquele desenho dos modelos antigos e ficou com essas carinhas tristes (não parece?) nos cantos, uma decisão esquisita do design, não entendi porque mantiveram aquilo no projeto final.

PSP e Mylo

Reaproveitamento de design? Naaaaahhhh…..

Falta de foco e auto competição

Uma coisa que sempre notei desde o início do PSP foi sua falta de foco com relação ao seu propósito. Cheguei a dizer que o PSP era caro demais para um gadget e tecnológico demais para um videogame. Não posso falar por outras pessoas, mas no meu caso eu compro um console pelos jogos, qualquer outra coisa é mero acessório. O PSP logo de cara foi ovacionado por suas capacidades multimedia, recursos esses absolutamente supérfluos e que qualquer iPod da vida fazia por muito menos. Já a insistência em relacionar o PSP como um “Playstation 2 de bolso” incentivou as produtoras terceirizadas a lançar ports e versões modificadas dos jogos do console de mesa. Enquanto isso, o DS ganhou games próprios e originais e chegou na liderança absoluta que está hoje.

O PSP Go! não muda esse paradigma. Mesmo com os anúncios de lançamentos na E3 (como o tão esperado Gran Turismo), é visível que o destaque do aparelho será suas novas funcionalidades e cacarecos tecnológicos. Ao mesmo tempo, o aparelho é impedido de rodar (ao menos a princípio) praticamente toda a biblioteca atual do aparelho, excluindo assim a chence de vários clássicos alcançarem um público novo. E jogo bom que vendeu mal é o que não falta no universo do PSP.

Se entendi certo essa história, o modelo Go! coexistirá com os demais modelos de PSP. Na história dos videogames não me lembro de um aparelho com dois ou mais modelos simultâneos dar certo no mercado. Aliás, essa coisa de mais de um modelo do mesmo aparelho me lembra um pouco dos tempos da Sega e seus trocentos Mega Drives e Sega CDs. Claro que não é esse o caso da Sony e do PSP, mas me é estranha a idéia de ter mais de um tipo de PSP ao mesmo tempo nas lojas. Esse é o tipo de situação que pode causar confusão e divisão entre os compradores, ainda mais que um modelo roda os discos dos jogos e e outro não. Aí fica a dúvida em qual comprar, entre o que roda todos os jogos ou entre o que tem umas firulas novas.

Por fim…

Eu gostei mais dos anúncios dos jogos do que desse modelo novo, para falar a verdade. Pode até dar certo comercialmente (o que dúvido), mas o vejo como algo desnecessário, que nada vai mudar no mundo dos consoles portáteis. Como atualização também não funcionou tão bem, pois não corrige a maioria dos defeitos dos modelos anteriores e também adiciona alguns outros. Pode servir para dar uma chacoalhada na plataforma, que anda morna faz um bom tempo já (apesar que continua vendendo muito bem no Japão).

No fim das contas, acho que esse modelo novo mais expõe os fracassos da Sony com o portátil do que os brilhos dele.

Vou ficando por aqui. Bom fim de semana e até o próximo post.

André V.C Franco/AvcF – Loading Time.

90 thoughts on “Lançamento do PSP Go! expõe fracassos do portátil da Sony

  1. andre to contigo e assino embaixo !!! esse escritor ai deve ser um daqueles que ta loko pra compra um psp soki nao tem dinheiro por isso que tai c doendo !!rsrs !!! ai escritor mostra um projeto mais interessante pra sony entao pooo !! kkkkk

  2. eu nao sou um sonyatico mais gosto muito mais das consolas da sony,,,tenho uma psp 2000, uma psp go e um ps3 e tambem tenho uma DsI e uma Wii…nao gosto dos games da dsi,,,pode ate ser o portatil mais vendido mas nao eh o que tem mais graça…a Wii ainda se porta bem com os velhos games(mario,,,mario kart…etc) e jogar em rede com a Wii tambem tem sua piada…mas as consolas da sony batem de 10 na nintendo…superioridade de graficos e de funçoes em rede…quem ja experimentou jogar MGS4 em rede…muito bom(recomendo)…e tambem com a psp go nao tem complicaçao nenhuma comprar os jogos…vc pode adquirir os psn cards e baixa los diretos da psp…
    A nintendo pra mim morreu no SNES e nos Marios da vida… kkkkkkkkk

  3. Galera, estou no Japão, se alguém quiser cartões Psn , estou vendendo , entrem em contato ..
    Viva aos Games … sem atrito ..

    [email protected]

    * Muito bom blog, resaltou falhas e acertos da Sony , tenho console tanto da Nintendo como da Sony, e sinceramente . Amo todos eles , me fazem passar horas me divertindo ..
    Galera, os caras estão ganhando milhões e vocês brigando, coisa que não vai dar em nada .

    Abraço !

  4. Olha, A unica coisa que gostaria de Saber, é, qual dos PSPs é o melhor, ou, que compensa mais?
    A minha vontade de ter o PSP é Pra joga em um lugar de não tem um PC,ou, videogame!!!
    Vlw Abraç

  5. Gente essas comparações não só aconteçem com o PSP Go! mas com o DSi XL tbm, os donos que tem psp antigo ou nintendo ds antigo saem criticando os portateis mais novos e atuais só porq não tem xD mas no fundo eles querem ter um pq alem de novos saum lindos consoles e tem ótimos games. Cada modelo eh feito pra gostos diferentes por isso ah uma variedade de portateis!………….nem tudo perfeito e cada um gosta dq gosta! GAMER4LIFE!

  6. Eu tenho um ATARI. Já tive: TOP GAME(nintendinho), SNES, DREAMCAST, PLAYSTATION 1, PLAYSTATION 2, PSP, e agora um XBOX 360. Pretendo em breve ter um PLAYSTATION 3.Nunca fui nintendista, seguista, sonista, microsofista, etc. Todos esses que eu citei, tiveram prós e contras. A Sega teve seu auge. Hoje só faz jogos. Sony e Microsoft não queriam saber de games e consoles. Hoje brigam pela liderança no mercado. Eu vejo que cada empresa ou console teve ou tem o seu momento. A diferença é saber aproveitar esse momento. A Sega por exemplo, nunca soube aproveitar os momentos dela. Teve seu auge com o GÊNESIS / MEGA DRIVE, mas se acomodou com o SATURN e lançou o excelente DREAMCAST tarde demais. A SNK lançou o arrasa-quarteirões dos games de luta que foi o NEOGEO. Mas achou que poderia sobreviver com as lutas para sempre e morreu por ali mesmo. Tentou o NEOGEO CD mas, é melhor nem comentar… A Nintendo que estava com a faca e o queijo na mão, fez a maior cagada ao lançar o NINTENDO 64 e o VIRTUAL BOY. Tinha tudo pra seguir pra vala, mas se redimiu com o GAMECUBE e os DSs. Aí ela faz uma cagada maior ainda e lança o WII. Peraí, cagada? Eu disse gagada? Um console que foi o mais vendido de uma geração foi uma cagada? Pra mim foi. Mas pra maioria não. Então eu respeito e vamos todos respeitar. Já a Microsoft (MS) era novata e transformou um pc num console e o resultado foi excelente. E aí ela também tinha a faca e queijo na mão, pronta pra arrebentar com o 360. E conseguiu! Ele é na minha opinião o melhor console da atualidade. Mas a MS fez ao mesmo tempo a maior cagada da história dos games ao transformar o XBOX 360 num videogame descartável.(3 rl). Com a placa jasper(a quarta lançada) a MS conseguiu reduzir imensamente o problema das 3rl, mas a cagada já estava feita e ela amarga prejuísos morais e financeiros astrnômicos. E a Sony? Essa então tava com a faca, o queijo, o pires, o pão etc… Tinha os 2 consoles recordistas em vendas. Tinha tudo e mais um pouco pra passar um rolo compressor na concorrência com o PLAYSTATION 3. Mas fez uma senhora cagada ao lançar uma mídia nova e extremamente cara no mercado: o bluray. Essa mídia hoje é um secesso, mas custou um preço alto demais ao PS3, que por custar os olhos da cara, ficou lá embaixo nas vendas, chegando a disputar terreno com o seu antecessor, o PS2. Também tinha tudo pra arrebentar com o PSP e arrebentou. Mas uma cagada chamada UMD, veio pra estragar os planos e manchar um pouco todo o brilhantismo desse excelente copnsole portátil. Depois disso tudo que eu disse, o importante a frisar é que todos tem suas vantagens e suas falhas. O importante mesmo é se divertir. AMEM JOGAR VIDEOGAME! Isso é o quie importa! Um abraço a todos!

  7. Quando eu me refiro ao bluray ser uma cagada, era que a Sony transformou o console dela, o PLAYSTATION 3 numa central multimídia e esqueceu o quanto o mercado de games é disputado. Videogame é pra jogar! Quer ver videos? Compra um bluray player. Quer escutar músicas? Compra um IPOD. Quer navegar na net? Compra um PC, etc… Jogar on-line é excelente e eu aprovo. Isso é indiscutível! Mas a Sony tirou o foco principal de um videogame ao lançar uma midia inédita e ridiculamente cara no mercado utilizando um videogame. Videogame foi feito pra jogar, se divertir com jogos e ponto final. Essa foi a maior cagada da Sony.

  8. Para eu que tenho o psp fat está muito bom pra mim. Agora esse psp go estão falando que é um fracasso mesmo, acho que o nintendo ds vai superar o psp, daqui pra frente a nintendo está planejando um nintendo 3D, que o objetivo deles é a diversão das pessoas, já a Sony, igual o Eduardo falou, está simplesmente saindo do foco da diversão.Sony está fracassando.

  9. Eduardo – RJ: a Sony tinha feito esse mesmo esquema que fez com o PS3 com o PS2 – a diferença é que com o PS2 foi o DVD, e também a mídia em questão já estava MUITO mais consolidada no mercado do que o Blu-Ray está hoje. Se bem que tudo leva a crer que a “migração” de DVD para o Blu-Ray venha a ser melhor aceita pelo público – e em muito menos tempo do que o DVD levou prá substituir os VHS e/ou LDs da vida.

  10. Af… quanto ista xiita aqui! Credo!!!… raHUrAUhARuARuhAR

    Quanto ao PSPGo, acho que a Sony se atrapalhou um pouco no “foco”. Pra mim, esse PSPGo foi um ensaio para ver o que fazer para a (verdadeira) próxima plataforma. Gostei da matéria. É condizente com muito do que já li sobre ele.

    O PSP comum é bem mais interessante para quem quer JOGAR, agora se for pelas incriveis “outras funcionalidades” do aparelho, prefiro mil vezes um GP2X Wiz que além de mais barato ainda tem touchscreen! xD rsrsrs

  11. Levemos em conta que tanto na época que o PS2 e o PS3 foram lançados a prioridade da Sony parecia mesmo ser muito mais priorizar as mídias em questão (respectivamente DVD e Blu-Ray) do que mostrar jogos de qualidade logo de início. Tudo bem que o Dreamcast japonês de início teve 3 jogos meio “boquetas”; uma conversão de Virtua Fighter 3 TB feita nas “coxas” (ainda que tenha tardiamente sido melhorada na versão ocidental) – nem VS. Mode tinha! – um jogo malfadado do Godzilla e um outro de corrida de bichinhos na neve, mas ao menos pro lançamento ocidental melhorou e muito! Com o GameCube e o primeiro X-Box aconteceu mais ou menos a mesma coisa. E levemos em conta que nem no lançamento ocidental os jogos iniciais do PS2 se safaram – o que é aquele Midnight Club, PELAMORDEDEUS!?!?!?

    Sou da opinião de que uma hora ou outra a Sony iria se lascar (em termos de hardware/software de games) – e prá mim sinceramente essa hora já chegou. E até façoi uma analogia: em termos de mercado, se o PSOne foi um Ford Corcel, o PS2 foi piorando sendo um Corcel II e o PS3 então teve a chance de ser equivalente a um Del-Rey; se “pirou” no que eu disse perguntem à seus pais para ver o que aconteceu com essa linha de carros antigamente e entenderão.

  12. Ola pessoal, acho sim muito bom estes blogs que espoem os depates de varis opiniões, a minha é o seguinte…
    fique com um DSi algumas semanas, adoro a Nintendo mas infelismente eles não acertarão no DS na questão de Video Game, muito estranho aquelas duas telinhas aquela caneta a jogabilidade o DS é mais um acessorio para meninas do que um Video game, não estou defendendo a sony, porem tem masi qualidades no PSP do que no DS, pelomesnoa a Familia antiga do PSP. o que realmente a sone literalmente não acertou foi o que a nintendo acertou em cheio vender o jogos em cartão. bom esta é minha opinião.

  13. @ Andre negrelli; já um amigo meu falou que não compra nem a pau um Nintendo DS por achar que “tem gráficos de Nintendo 64” (não valendo assim pelo custo/benefício – na visão dele) e nem um PSP pois segundo ele mesmo “o PSP não tem jogo bom”. Vai entender…

  14. @Trouble Man

    É, cada um pensa de um jeito.
    Eu mesmo não concordo com o Andre acima, e não consigo ver o PSP superior ao DS no quesito qualidade de forma alguma.
    Óbvio que em gráficos e especificações técnicas ele é.Mas não vejo nos jogos.

    Mas o pior mesmo são aqueles que elogiam o PSP, dizendo ser o melhor portátil criado até então, e metem o pau no DS, mas só o usam como iPod ou como emulador.Muitos não tocam em nem 10 jogos exclusivos do console.
    Esses eu não entendo de jeito nenhum.

    Um amigo meu é assim.
    Eu não entendo, não é mais facil comprar um iPod + gameboy advanced logo, que também tem vários jogos de SNES por ex??
    Sai bem mais barato e prático.

  15. Trouble Man
    março 25th, 2010 at 10:32

    Eduardo – RJ: a Sony tinha feito esse mesmo esquema que fez com o PS3 com o PS2 – a diferença é que com o PS2 foi o DVD, e também a mídia em questão já estava MUITO mais consolidada no mercado do que o Blu-Ray está hoje. Se bem que tudo leva a crer que a “migração” de DVD para o Blu-Ray venha a ser melhor aceita pelo público – e em muito menos tempo do que o DVD levou prá substituir os VHS e/ou LDs da vida.

    Olha, eu discordo plenamente disso. Do LP e VHS para o DVD, houve uma madança radical do tipo de mídia utilizada. E isso se mostrou interessante para ambos os lados: fabricantes e consumidores. Principalmente para os consumidores, pois teriam seus filmes e músicas gravados numa mídia de muito melhor qualidade, que não se desmagnetizava com o tempo (VHS) e ocupava muito menos espaço (LP). No caso atual, vai demorar em muito, principalmente no Brasil. Existem pessoas que são cinéfilos, totalmente fanáticos por filmes. Possuem centenas de DVDs em casa e que até hoje não sabem para que serve um bluray. Quando você olha para um DVD e depois para um BluRay, pelo menos fisicamente não tem diferença alguma. E as pessoas se perguntam pra que pagar cerca de R$700,00 por um aparelho de bluray e cerca de R$100,00 por um filme do mesmo, se elas podem comprar um aparelho que custa R$100,00 que rodam DVDs comprados no camelô ao custo de 3 por R$10,00? Vejam bem! Eu não estou dizendo que todos os brasileiros são assim. Mas uma maioria esmagadora (mais de 90% com certeza) simplesmente não enxergam diferença nenhuma nas imagens perfeitas de um BLURAY em relação às imagens simples de um DVD. Como que uma mídia cara como o BLURAY vai se popularizar num país em que o povo compra DVDs de péssima qualidade no camelô, ao preço de 3 por R$10,00 e ainda naquelas cópias de cinema que algum safado levou uma câmera digital pro cinema, gravou o filme, taca no DVD e vende milhares e milhares dessqa cópia por aí e quem compra ainda achando que tá fazendo a maior das espertezas. Dizendo por aí “-Ha Ha Ha. Um bando de otários pagando caro pra ver no cinema um filme que eu já vi no DVD.” BLURAY aqui no Brasil? Pode até ser! Mas bota aí mais uns 5, 6 ou mais anos pra pelo menos se igualar ao DVD nas prateleiras.

  16. Uma prova do que eu estou falando é que os Blurays já são produzidos no Brasil desde o final de 2009. Algué já viu algum Bluray sendo vendido em alma loja de departamento publicamente reconhecida? Lojas Americanas, Carrefour, Extra, Ponto Frio, etc… A maioria nem nunca ouviu falar em Bluray. Brasileiro na sua maioria, não liga pra tecnologia. Botou seu dvd no aparelho, rodou direitinho, tá bom! Mini system vagabundo, porém bonitinho e baratinho, tá bom! Brasileiro quer é GATO NET, GATO VELOX, DVD PIRATA… BLURAY no Brasil? Esquece!!!!!!!!!!!!!

  17. Pode até ser, Eduardo – RJ. Só que tem uma coisa: eu não estava falando isso em escala nacional, mas sim em escala global. 😉

    Digo… me lembro de quanto tempo o DVD REALMENTE engrenou aqui no Brasil; se levarmos em conta que o mesmo surgiu ali por 1996 (e o PS2 em 1999 no Japão e em 2000 na maioria dos países ocidentais) e QUE EU ME LEMBRE só ali prá 2003 e 2004 é que começou a haver sim uma migração/substituição dos usuários de VHS para o DVD. E isso de que o Blu-Ray está sendo aceito/assimilado com maior rapidez do que o DVD foi em relação ao VHS/LD não sou nem eu quem diz, mas sim especialistas na área (Wikipédia e afins; tudo bem que são mais os especialistas “lá de fora”, mas ainda assim tá valendo, eu acho). Quanto aos preços, assim como o DVD numa dessas tende a cair (como aliás, já caiu desde seu lançamento até agora). E isso de que no Brasil o pessoal prefere tudo ilegal eu já tô careca de saber há séculos! Mas foi como eu disse: por isso não levo em conta o “consumidor” brasileiro (estão mais prá “sufocador” do que pra qualquer outra coisa, hahahahaah! :D), que no fundo é sim um bunda-mole por aderir à essa “política da mamata”. Minha opinião é a de que de um jeito ou de outro o Blu-Ray se estabelece por aqui – e antes de 2013, hein (lembrando que o Blu-Ray surgiu ali pra 2006 ou 2007)!

    Quanto aos locais de venda dos discos de Blu-Ray, aqui em SP tem a FNAC (tá CHEIO deles!), a Saraiva Megastore e eu francamente não sei como é aí no Rio, mas mais tarde eu atravesso a rua aqui e vou no Extra ver se tem ao menos algum disco de Blu-Ray, hahahahaah!! 😀

    Abraços.

  18. Na FNAC do Barrashopping aqui no Rio realmente tem centenas de títulos de bluray. Nas Saraivas MagaStores daqui também. Só que custam os olhos da cara. Enquanto um DVD original que fez sucesso custa em torno de R$15,00, o mesmo título em Bluray custa R$100,00 ou bem mais (dependendo do título). Mas apesar de tudo aquilo que eu disse (e eu não retiro nada) eu no fundo torço para que eu esteja errado em relação ao futuro e o Bluray venha vingar no Brasil. Nós Brasileiros merecemos!!!!!!!!!!!

  19. Vamos lá.

    Eu comprei um PSP por não ter tempo de jogar meu ps2 que claro logo depois comprei um ps3 hehehe.
    O psp tem seus defeitos ? Sim tem admito, mas pera ae se suas qualidades são superiores aos defeitos de que merda vocês tão falando?
    Nem o iphone escapou dos erros o celular mais badalado da década AFFF cheio de cagada.O psp tem jogos muito maneiros e com uma qualidade de grafico de console, tá mas o DS tambem , uma ova em qualidade grafica , jogabilidade , diversão o PSP ganha em disparada, á tá mas você quer levar ele no bolso né, bem ai você realmente terá que comprar um DS porque eu compro visando jogar não colocar no bolso, comprar uma capa para ele é ter carinho e cuidado com o portatil , cara eu não to nem ai para ver videos nele ou , MP3, ou outras baboseiras oque eu quero É JOGAR , jogo nele 10.000 vezes do que eu jogava no PS2 e se que saber por que eu não compraria o PSP GO simplesmente porque não tem desbloqueio ( ainda ) pois 16GB de memória interna seria uma mão na roda aliado ao cartãob de memória poderia expandir para 32GB ai eu faria a festa pois só de jogos de PSP tenho um HD com 150GB.

  20. como que de psp foi parar em blue-ray? ahuaUHaUHa voltando ao psp… quero ver a nintendo com essa nova tela 3D, o conceito é bom, mas será que cumpre com o que promete?
    a sony cumpriu com o que prometeu… graficos de psone em um portatil, proximo do ps2.. logo menos ps3 portatil?
    BDmini? …. hmmm espectativas a mil

  21. “Pior que isso era querer mostrar um jogo para um amigo e ele ficar minutos de cara com uma telinha preta e aquele maldito barulhinho de “Rêêêêêê” e “Rééééééééé” que o leitor fazia enquanto parecia arregaçar com o disquinho dentro. Era ridículo mesmo.”

    UHAHUAHEUHAEUHEUAHEUAHEUAEHUAEHUAEHUAEHUAEHUHAUDEHDAEDHUADHAUDHAEUDHUEDHAUDHAUDHAE

    QUE PIADA!!! MUITO BOM!! PARABENS!

  22. Acho que esse é o post mais popular do blog hein, e talvez será eternamente ahuahu.
    Até hoje rendendo.

    E até hoje tem gente que não lê.

  23. @Contra: Tem razão. Depois de tanto tempo ainda é um HIT nesse blog. xD

    Quanto ao PSP-Go, pensando bem eu até compraria um destes se fosse (bem) mais barato que o comum. Pois se eu comprasse um PSP comum, eu certamente não iria comprar nada em UMD mesmo (aliás, uma das promessas mais FAIL dessa década…), certamente eu ia comprar tudo online da PSN que é bem mais prático do que carregar um monte de disquinhos por aí… Além de ser bem mais “portátil” do que o 3001.

    Mas aí eu esbarraria em outro problema: Acho que a Sony demora demais a lançar jogos em UMD na PSN. Fora os jogos antigos que podem nunca chegar nela…

    Ou seja, compensa bem mais um PSP comum. Ainda mais se eu quiser desbloquea-lo…

  24. Não adianta ficar discutindo sobre consoles. Tem gente q tem gostos diferentes. Eu sinceramente escolhi pegar um DS qdo minha mae falou pra escolher entre o PSP e o DS e não me arrependo disso. Eu não to falando q o PSP é ruim, pelo contrario, eu quero ele tbm mas acho o DS muito mais legal.

    Essa é a opinão do cara, vcs tem q respeitar.
    OBS: Eu nao sou uma criancinha de 12 anos se vcs falarem q o DS so tem jogo infantil. Pelo contrario, eu tenho 18 anos, so nao trabalho ainda pq eu to estudando.

    É oque um cara disse: Gostar é uma coisa, agora ser fanatico a ponto de ser “cego” e nao ver os defeitos é tenso. Essas pessoas que ficam de mimimi toda nervosinha querendo defender a Sony nao sabe reconhecer os defeitos da empresa. Eu li tudo e so vou falar q é ruim qdo eu pegar um pra jogar.

  25. Olha, acho que existe mercado para os dois. Tanto quanto DSi e PSP. Eu sempre vi os consoles da nintendo como brinquedos (tá aí o Wii que não me deixa mentir), já os da sony são bem mais focados na sofisticação dos jogos. Agora é só o consumidor escolher o que lhe mais agrada. Sem fedender ninguém. Acho que os dois tem lugar ao Sol.

  26. Olha, para todo mundo.Tenho perguntas e opinioes sobre tudo que foi escrito aqui nesse site,vo começa com as perguntas.
    -eu nao tenho nem o PSP 1000 ou o 3000,vale a pena comprar o PSP go??
    -Mesmo com seus defeitos,vale a pena comprar??
    -Mesmo sem o UMD fica um bom console?? (Opiniao sincera nessa)

    E essa é para saber:
    -Por que vcs brigam tanto para saber qual a marca é a melhor?

    Por favor respondam!!

    Agora minha opiniao:
    é um console pequeno? sim, portatil? sim, só q seus defeitos foram criticados? sim .Só q eu acho q seus defeitos nao sao tao importantes para um console que vende bastante,porque se fosse pelos seus defeitos nao venderia bastante.Nao sou nem SONYSTAS ou NINTENDISTAS como o Santos disse.Tambem acho q quem comprou gostou apesar de ser um pouco menor e sem UMD,acho q sem o UMD nao deixa de ser um console ruim,só q para quem nao tem muito dindin a falta de um UMD é um problema. A Sony devia ter pensado na hora de fazer um programa de compra de jogos via internet, q possa utilizar todos os tipos de cartoes para a compra,assim facilitaria a compra de variedades de jogos.Tambem acho que a nintendo fez um otimo trabalho criando seus consoles, tambem com a sony,só q a discusao de quem vende é no mercado.Tambem acho q o PSP poderia ficar melhor ( nao q ele nao seja ) mas eu acho q seus gráficos e controles poderiam ser mais desenvolvidos.Tambem gosto dos consoles criados pelas marcas só q qualquer um desejaria o melhor para seus produos.

    Bom foi esse meu comentario,Obrigado por lerem e por favor respondam,aguardarei respostas.

  27. mais uma coisa,estou esperando o meu PSP a mais de um mes e decidi trocar por um PS3,só q no final do mes nao consegui o dinheiro para comprar um PS3 e só no final do mes que vem consiguirei esse dinheiro e agora só estou com metade do dinheiro.Com esse dinheiro eu consigo comprar um PSP vcs acham q devo comprar o PSP ou esperar + 1 mes para comprar o PS3? ( respostas sinceras )

  28. espere e pegue o ps3.
    PSP go não desbloqueia ainda então não roda jogos baixados na net, quer dizer, vc vai precisar fazer uma account na PSN AMERICANA (se vc se cadastrar como brasil, não consegue comprar nada) e comprar jogos originais com cartão internacional. Se ainda funcionar…

    Já o PS3 vc pode comprar jogos e jogar a vonts.

    Comprei meu psp antes do DS. São perspectivas diferente. Não me arrependo de ter comprado o PSP por causa do god of war, FF 7 CC e o Mega Man Maverick Hunter X (remake do meu jogo favorito) Exclusivamente por esses 3.
    Ultimamente jogo mais jogos de NES emulados nele.

    Já o DS gosto de todos os jogos que tenho nele. Chrono Trigger, Resident Evil (nem sabia que existia, vi na casa de um amigo e copiei na hora pra mim! conversão perfeita do PS1!!!), Kirby, Jogos diversos do Mario, etc…..

    Entre os dois eu recomendo o DS… =D

  29. Mas para eu poder comprar jogos para PSP eu nao presiso comprar aqui no brasil,minha mae morra na Florida entao qualquer coisa boto o cartao de credito dela e baixo aqui os jogos. Será q isso funciona?

  30. Cara PSP foi o Melhor Console Portatil ja Criado.
    Nintendo Ds e DSi e UM LIXO!
    não tem qualidade em seus jogos orrivel!
    So muito mais um PSP axo até manero o PSP go porque eles tiraram o UMD ele deverá ser mais rapido;!

  31. Eu nunca gostei de nintendo sempre vi a playstation a cima do nintendo eu estou satisfeito com o meu playstation portable 3010 todo mundo sabe q o psp go nao tem o driver de UMD vc necessita de baixar para jogar e pra baixar precisa de internet e quem nao pode entrar na internet fica na mão psp 3010 ou outro versoes mais antigas do psp bate 5 a 0 zero no nintendo ds mas o psp go perde de 5

  32. Esse Otávio, meu irmão em que mundo você está? Saia dessa bolha! Milhares de jogadores tem UMDs, se lançarem este Go, simplesmente as vendas do Slim vão declinar, caso isto não aconteça, o abandono sistemático de suporte técnico, além disto PSP so tem jogo portado, o que é uma merda, muitos jogos não tem boa jogabilidade, e gráfico é nada sem jogabilidade, além disto, se o DS vendeu mais é por que foi melhor aceito pelos gamers.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.