Como os gráficos funcionavam no NES, Commodore 64 e outros aparelhos dos anos 80

Saudações aos leitores.

Traduzido do Gamasutra.

Se você sempre quis ver uma explicação simples de como os desenvolvedores de jogos nos anos 80 administravam a criação de impressionantes gráficos multicoloridos dentro das duras (para padrões atuais) limitações técnicas de sistemas como Nintendo Entertainment System ou Commodore 64, você está com sorte: há um novo vídeo no YouTube para isso.

O entusiasta de tecnologia David Murray (mais conhecido em alguns círculos como “The iBookGuy”) publicou o vídeo em seu canal essa semana em um esforço para elucidar alguns dos truques que engenheiros usaram para espremer imagens mais complexas de seus equipamentos.

Vale assistir a primeira edição (valem todos os 7 minutos) para ver como a geração de cores no NES diferiu do, digamos, Apple II ou do Atari 2600, e como as limitações técnias indiretamente levaram os desenvolvedores a criar alguns dos sprites mais icônicos da indústria.

AvcF – Loading Time.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.