Resident Evil: The Mercenaries 3D: a filosofia rardecore chegando ao 3DS

Saudações aos leitores.

Vocês devem ter visto a surpresa desagradável que a Capcm aprontou com os futuros compradores do super Resident Evil: The Mercenaries 3D (curiosamente nunca um sub-título fez tanto sentido), certo? Caso contrário, segue um trecho bacana:

Em Resident Evil: The Mercenaries 3D, todo o progresso das missões é salvo diretamente no cartucho, onde ele não pode ser resetado”, disse um porta-voz ao Kotaku. “A natureza do jogo envolve jogar várias vezes as mesmas missões em busca da melhor pontuação. Além disso, esse recurso impede que os conteúdos disponíveis aos jogadores sejam deletados. As vendas de usados não foram um fator considerado nessa decisão, por isso esperamos que nossos consumidores aproveitem na totalidade essa experiência de ação e sobrevivência que o jogo proporciona

Fonte

É a filosofia rardecore chegando ao 3DS pelas mãos da Capcom. O que originalmente foi desenvolvido como um modo de jogo complementar em Resident Evil 4, agora é vendido caro como se fosse um game completo. Por baixo da superficialidade dos gráficos com efeitos bacanas, o que existe de fato é tech demo de luxo raso e com pouco conteúdo. Para deixar tudo ainda mais legal, a Capcom ainda toma uma medida que prejudica os consumidores, já que ao impedir o jogador de apagar e editar saves, o jogo será sempre atrelado a uma única sessão de jogo.

A Capcom foi desonesta, mas não é idiota. É óbvio que tal medida serve para impedir o destino óbvio de um joguete como é Mercenaries: terminar nas prateleiras e cestas de jogos usados. Porque afinal é esse o fim de joguetes curtos e sem conteúdo. E a julgar pelos primeiros reviews, medíocre também. Já já deve pintar dlcs pagos para liberar conteúdos que já estão no jogo, ou pacotes com super desconto para a compra de roupinhas bacanas e cheias de normal map. Depois que o jogo tiver vendas ridículas, sabemos bem qual será a reação da Capcom.

Resident Evil: The Mercenaries 3D trouxe a filosofia rardecore ao 3DS. A filosofia dos jogos caros, cheios de hype, bonitos, ordinários e sem conteúdo. Mas depois do que foi exibido na E3, não era isso que a Nintendo queria?

AvcF – Loading Time.

6 thoughts on “Resident Evil: The Mercenaries 3D: a filosofia rardecore chegando ao 3DS

  1. ”Resident Evil: The Mercenaries 3D (curiosamente nunca um sub-título fez tanto sentido), ” KKKKKKKKKKKKKKKKK Verdade pura! Tomara que isso não vire regra, seria um verdadeiro retrocesso no mundo dos games.

  2. Capcom denovo mostrando como ama quem compra seus jgos

    ja nao bastase os lutadores adicionais q tem na psn por apenas 10 dolares cada 1,de que basicamente todo jogo deles serem lançados incompletos e ser cobrado pra completar o resto, e geralmente pagando caro!

  3. Esse lance do save foi uma das coisas mais ridículas que eu já vi no mercado de jogos, não é fazendo nenhuma apologia não, mas depois esse povo fica reclamando de pirataria é foda né?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.