Papo de bêbado: paranóia, coincidência ou plágio?

Saudações aos lordes e plebeus.

Amigos, quero compratilhar algo esquisito com vocês. Não se preocupem, não é nada que faria o Pedo Bear se animar ou coisa do tipo, mas uma espécie que paranóia que me acometeu esses dias. Por algum motivo fútil o suficiente para me escapar da memória, resolvi dar uma ouvida em músicas de videogames. Pelas tantas de minhas audições, estava a ouvir umas versões arranjadas da trilha sonora de Mega Man 9, até me deparar com a faixa chama “To the Bright Tomorrow”. Foi aí que o problema começou…

A começar, essa é a única canção do repertório da trilha que possui vocal, cuja cantora desconheço. Mas isso era o de menos. Algo nessa música me inquietava, me incomodava, me chamava a atenção. Um sentimento estranho tomava conta de mim, como se alguma coisa tentasse me chamar a atenção.Achei tremendamente esquisito, ouvi a música mais uma vez. Duas vezes. Dez vezes. Ainda sim não havia encontrado o elemento que me incomodava tanto. Ouvi mais uma dúzia de vezes. E nada ainda. Mas eu não havia desistido. Tinha que tirar aquela pulga atrás da orelha.

Depois de ouvir a To the Bright trocentas vezes seguidas, percebi que tinha que parar quando me dei conta que estava ficando com vontade de dar uma voadora de duas pernas na nuca daquela japa que não parava de cantar a mesma coisa. Foi então que me submeti a um momento de profunda inflexão para mergulhar em minhas memórias gamísticas, buscando em sua turva solução a pergunta que me atormentava: De onde diabos eu já tinha ouvido essa p%^&* de música antes? Esse deja vu não podia ser atoa. De jeito nenhum.

Conforme eu ía tentando buscar alguma lembrança que pudesse se conectar a música, eu ía regredindo mentalmente no tempo, até que cheguei a era 16-bits, que me pareceu estranhamente familiar. Aí como em um passe de mágica, a palavra “Super Punch Out!” começou a pipocar em minha mente. “Mas será?”, eu me perguntava. Segui em frente procurando músicas do game protagonizado por Little Mac, até que me deparei com o tema de encerramento do jogo. Um alarme soou em minha cabeça, bingo! Será que estou louco ou a melodia da música de encerramento de SPO é IGUAL a de To the Bright Tomorrow? Ouçam as duas, prestem bastante atenção e façam a comparação:

Se quiserem melhorar um pouco a qualidade dos videos para uma apuração mais precisa, adicionem “&fmt=18” (sem as aspas) no final do código da url de cada um.

Então pergunto-lhes: paranóia, coincidência ou plágio?

André V.C Franco/AvcF – Loading Time

2 thoughts on “Papo de bêbado: paranóia, coincidência ou plágio?

  1. AvcF, realmente as músicas são bem parecidas, mas acho que é apenas concidência. Mas confesso que ainda estou em dúvida. Assim que acalmar as coisas na facul aqui, vou fazer uma pesquisa detalhada sobre essas músicas. Se alguem tiver alguma informação posta ai. Valeu. Abraços

  2. Pior, também estou na faculdade…Eu sei que é uma qustão boba, mas é que ficou uma pulga atrás da minha orelha e resolvi ir atrás disso (como era fim de semana, sobrou tempo). A mim parece um caso de plágio, uma vez que as duas músicas têm a mesma melodia. Se a ordem cronológica fosse inversa, seria como se o tema do SPO fosse uma versão midi da To the Bright Tomorrow.

    Mas vai que estou enganado, sei lá. Mas parece ser coincidência demais um jogo de 1994 ter uma música tão parecida com um jogo de 2008.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.