O tempo passa, o tempo voa, e Wii Sports continua uma boa

Saudações aos leitores.

Sempre que alguém se lembra de determinados jogos do passado ou mesmo de um grande título em específico, a palavra “clássico” aparece em algum ponto de uma conversa ou assunto. Independente do gênero ou tipo de jogo, a semelhança que une todo clássico é sua capacidade de passar pelo que chamo de “teste do tempo”, ou seja, a capacidade de manter-se divertido e jogável mesmo muitos anos após seu lançamento. Quase sete anos depois, Wii Sports, game de lançamento do Nintendo Wii mostra que merece ter a alcunha de clássico. Mostrarei o porquê disso no post de hoje. Tudo após o link.

Quem acompanha o Loading Time já a um bom tempo deve ter percebido que esse blog tem uma “quê” de retro gaming, pois vira e mexe falo de algum game mais datado, nem que seja apenas para descer o cacete, afinal não é porque um jogo é antigo que ele é bom,certo? (vide o último post, aliás). Como meu tempo para jogos anda especialmente curto, sempre que dá, aproveito para dar umas jogadas em algum jogo antigo, seja de NES, Master, Genesis, etc. Então, em uma dessas pensei, por que não algum jogo do início do Wii? Ou melhor ainda, por que não voltar a jogar Wii Sports? Afinal, esse jogo foi o responsável pelo fenômeno Wii e foi o jogo que de fato inaugurou a atual sétima geração (sim, a oitava já começou, mas ainda está engatinhando).

Naturalmente que após jogar Wii Sports de montão com meus amigos em 2007(comprei meu Wii um ano após seu lançamento) e 2008, eu acabei guardando o disco, até mesmo para não saturar.Por sinal, esse recesso foi extendido também pelo lançamento da sequência Wii Sports Resort, que também era muito bom jogo. Foi então que alguns dias após o natal do ano passado, resolvi religar meu Wii velho de guerra para quem quisesse jogar umas partidas entre uma reunião familiar e outra. Foi então que Wii Sports ressurgiu da escuridão para brilhar novamente na televisão. E não é que o jogo ainda mantinha sua mágica?

Wii want to play

Assim que liguei Wii Sports, confesso a vocês, fui acometido de certa tensão. Será que quase 7 anos depois o jogo ainda era bom e bem jogável? Ou será que havia envelhecido feito leite? Para resolver então essa questão, fiz aquilo que muito gente fez lá en 2006: reunir a família para uma sessão de jogo.

E sim, todo mundo se divertiu com torneios de boliche e golfe, e até rolou uma partida de boxe. Novamente pessoas que desacostumadas com video games se aproximaram, pegaram o Wiimote e não tiveram medo em tentar jogar uma partida de video game. Cena bastante diferente de quando instalei o Playstation 3 em casa e todos apenas olhavam de longe e davam desculpas do tipo “legal esse jogo, mas parece complicado”. Passados alguns meses dessa experiência, retornei recentemente ao jogo e resolvi re-analizá-lo, jogando-o de forma mais crítica.

Acho realmente admirável como Wii Sports é a vitória do game design, pois o jogo ainda funciona em todos os aspectos. Graficamente continua bastante agradável, pois seu gráfico ainda que simples, é estéticamente bem resolvido, com boa quantidade de detalhes e efeitos em seus cenários, e mesmo as televisões HD não revelam texturas estouradas enem nada que fique feio na tela. O jogo contém também animações bem feitas, tudo roda com fluidez. Um detalhe que passou desperbido quando jogava das primeiras vezes e que notei agora, é como a trilha sonora de Wii Sports tem melodias bonitas, como essas:

Falando mais especificamente do gameplay, tudo continua funcionando muito bem, obrigado. Sim, hoje é bem óbvio que aqueles gestos abertos e até exagerados dos milhares de videos de jogadores são desnecessários, mas ainda sim, o fato é que a mecânica é funcional e isso é oque realmente importa. Por outro lado, a impossibilidade de “roubar” mostra como o design de Wii Sports é bem feito nesse sentido, pois embora você não precise são tão expansivo na hora de fazer os gestos, ainda sim você tem que emular os gestos típicos de cada esporte – como o rebater do baseball. Por falar nisso, acho incrível como ninguém se lembra dessa incrível intuitividade de design, pois simplesmente todos os jogos baseados em gestos copiam Wii Sports, da mesma forma como os demais sistemas copiam interface touch dos aparelhos da Apple.

Outra parte do jogo que até hoje nunca vi alguém mencionar (ou lembrar) eram dos divertidos modos de treino de Wii Sports. Enquanto que em outros jogos os modos de treinos costumam ser chatices ou na melhor das hipóteses um mal necessário para o domínio do jogo, em Wii Sports as modalidades de treino podem ser até mais divertidas que as principais. Por sinal, algumas delas eram tão bacanas que até voltaram em jogos posteriores, como o 100 pin bowling em Wii Sports Resort, e o boxing dodge training que esteve presente também em Wii Fit. E por falar em boxe, realmente essa é a única modalidade esportiva mal reproduzida em Wii Sports, com lutas chatas e desnecessariamente cansativas. Ainda bem que o motion plus tornou a modalidade de luta bem melhor em Wii Sports Resort.

O tempo passa, o tempo voa…

Seja por apenas 10 minutos de uma partidinha rápida, ou para se gastar mais tempo, Wii Sports continua funcionando exatamente da forma como foi planejado em 2006. Tanto que durante a última semana, dei várias ligadas no jogo entre um intervalo e outros dos trabalhos que ando fazendo. Creio que se a Nintendo não tivesse perdido enorme tempo com aquela bobagem de Nintendo Land, e ao invés disso tivesse feito um Wii Sports 3 (quem sabe um “Wii Sports United”, para aproveitar o “U” da marca atual), muito mais gente estaria com um Wii U em casa hoje – eu incluso.

Fico curioso para saber qual será a reação daqui há 10 anos, das pessoas que compraram o Wii lá em 2006, ao religar seus velhos aparelhos com Wii Sports. Será que pensarão “caramba, não é que era divertido mesmo?”, tendo uma impressão parecida com a que tive? Bom, eu espero que tenham. Melhor do que se disserem “nossa, esse jogo era da época que a Nintendo fazia coisas divertidas”. Afinal, do jeito que a coisa anda atualmente…

E vou ficando por aqui. E aí, voltaram a dar umas raquetadas ou a derrubar alguns pinos?

AvcF – Loading Time.

7 thoughts on “O tempo passa, o tempo voa, e Wii Sports continua uma boa

  1. Fala cara, bom post. Realmente em familia é um game bem legal. Agora, eu realmente esperava algum comentario sobre a ultima Nintendo Direct e a parceria com a Sega. E tambem, sobre a treta com a EA. Abraços!

    AvcF: muitos assuntos, pouco tempo 🙁

  2. Ainda acho que a Nintendo vai lançar um novo Wii Sports para o Wii U, ela não mataria um jogo que vendeu tanto. Sobre o ultimo direct, acho que nao tem muito o que dizer, foi desnecessário. Acho que foi mais uma mensagem assim :estamos vivos, podemos mostrar só isso, nos aguarde para a e3.

  3. Sobre o Wii Sports….., bem ele é a experiencia que sintetiza tudo aquilo que o Wii representou em termos de valores e conceitos. Passei longe disso ai, para MIM não rolou. Mas é inegável que se trata de um dos mais emblemáticos e bem sucedidos games da historia.

  4. Ótima análise. Wii Sports foi o melhor jogo desta geração e representou uma mudança de paradigma na jogabilidade. Quando garoto sempre sonhei no dia que o nosso movimento corporal fosse tranmitido para a TV. Quem nunca imaginou chutar uma bola em um game de futebol ou dar porrada em um game de luta? Este novo estilo de jogabilidade atraiu novos jogadores e reconquistou os antigos. Pena que o Wii não teve a potência grafica dos seus concorrentes, nem o suporte on-line. Também é perceptível que alguns estilos de games são muito melhores com o controle tradicional, e este foi o pecado do Wii, tentar obrigar a todos os jogos ter movimentos, muitas vezes limitado pelo controle wiimotion. Jogar com a anmorada, com o sogro ou com os pais na sala casa é uma oportunidade única, que pelo visto, não teremos algo tão criativo tão cedo. Não sei vocês mas pra mim a nova geração deveria propor algo novo e diferenciado. O PS4 e o XBox 720 devem ser mais do mesmo (mais potência gráfica) e o WiiU mostrou-se ser uma grande roubada. Hardware fraco e jogos pouco criativos. A verdade é que a inovação do WiiMotion é muito maior do que o controle Tablet do Wiiu e até agora, mesmo a Nintendo, não consegiu criar um game que utilze seu controle de forma diferenciada. Este é um dos destaques do WiiSports. Ele consegue perfeitamente mostrar as funcionalidades do controle e motrar que aquela jogabilidade só é poss~ivel neste sistema, justificando um novo videogame. O WiiU será o Game Cube desta geração, com certeza. A Nintendo errou em criar um console fraco, com um controle esquisito e sem função. Um dos grandes problemas que vejo é o fato dele não funcionar seo o videogame. Imagine que a Nintendo criasse um controle/tablet com sistema Android e que funcionasse em qualquer lugar (como um tablet, com processador próprio). Você poderia jogar Need For Speed em sua casa, na tela grande e instalar um aplicativo no tablet para personalizar carros. Assim quando vcoê estiver esperando um ônibus pode tunnar o carro e depois jogar com ele no console. OU então um game de RPG onde a aventura principal seria no console e um mundo dentro do tablet para seu personagem ganhar mais EX para ficar mais forte. Seria realmente mais revolucionário, além de rodar os jogos feitos para Android. Vamos esperar para ver o que a Microsoft vai apresentar, mas está faltando criatividade a industria dos games e ela vai precisar de um novo conceito para atrair novos jogadores e razões reais para se comprar um novo console. Pelo que foi mostrado até agora, a impressão que dá, é que se criarem um Direct X 12, o Playstation 3 vai conseguir rodar os games do Playstation 4. As mudanças são apenas graficas e com algumas perfumarias de software que não são revolucionárias. E a cada dia está masi caro produzir games complexos e o que vemos são empresas quebrando e entrando no prejuízo. Vamos aguardar a próxima fase!

  5. Eu gosto bastante desse jogo, direto brinco com ele.

    Também acho o boxe horrível, os controles não respondem direito, muito mal feito. O Tênis também deixa um pouco a desejar, apesar de que com o tempo se pega os macetes, se você tiver que fazer uma mudança mais rápida em como bater na bola, já era. Agora o boliche eu acho perfeito, nem comparação com uma das bizarrices que joguei no Kinect.

    No entanto descordo sobre um Wii Sports U no lançamento do novo console da Nintendo. Como ainda não joguei Nintendo Land, não posso falar se ele cumpre bem ou não o papel de demonstrar o conceito do novo console, mas não creio que o Wii Sports mostraria direito a tal “jogabilidade assimétrica”, fora que só reforçaria a confusão que foi do povo pensando que o Wii U é só um controle novo do Wii.

  6. Depois do Kinect Sports e Dance Central, aposentamos esses do Wii, principalmente pela simplicidade e precisão na hora de jogar!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.