O retorno de Killer Instinct e a conferência da Microsoft

Saudações aos leitores.

É oficial, Killer Instinct voltará em breve:

Vale notar que foi a única surpresa da surpreendentemente boa conferência E3 da Microsoft. Vale notar que foi “boa”, justamente porque ela fugiu das principais questões do Xbox One como DRM, politicas anti-consumidor, internet obrigatória e kinect. Embora boa parte deles sejam multi, ao menos a Microsft fez o arroz com feijão e mostrou o que todo mundo quer ver em uma conferência da E3, os jogos. E considerando as horríveis conferências passadas, a de hoje fica ainda melhor. Contudo, a Microsoft resolveu imitar a Sony da E3 de 2006, ao gerar indisfarçável mal estar com o anúncio da paulada de US$ 500 como preço de lançamento do Xbone.

De resto, apenas os jogos-filminhos, QTEs e jogos de tiro de sempre, nada que não fosse esperado para um console Microsoft, sobretudo um aparelho que cada vez mais se esforça em ser um PC dedicado a jogos e TV do que um video game em si. E voltando rapidamente à Killer Instinct, vale mencionar dois detalhes. Primeiro que o jogo não está sendo produzido pela Rare, e sim pela Double Helix (Silent Hill Homecoming); e segundo que o jogo me parece ainda estar muito cru, básico mesmo. Afinal, foi mostrado apenas três personagens lutando no mesmo cenário, com visuais que não fogem ao padrão da geração atual.

Hoje a noite será a vez da Sony, e após o que foi mostrado hoje pela Microsoft, está com a faca e o queijo na mão para consquistar os corações e mentes dos jogadores rardecores.

Edit: A conferência foi tão “boa” que as ações da Microsoft caíram. Way to go, champ.

AvcF – Loading Time.

One thought on “O retorno de Killer Instinct e a conferência da Microsoft

  1. Nunca gostei dessa franquia. E depois de tudo isso que a Microsoft proporcionou ao consumidor em potencial, não me comove de jeito nenhum.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.