Game Contraste: Alien 3 (NES)

Alien 3

Saudações aos livres docentes.

Peguei um joguete baseado em um filme bastante conhecido para debater o contraste entre sua capa e a qualidade geral do jogo. Ou falta dela. Com vocês Alien 3, direto do NES.

É, não tem jeito. Basta dar uma olhada para capa de um jogo, e se for encontrado aquele loguinho arco-íris…hum, não tem jeito. É porcaria certa, 100% de chance. Incrível como o Acclaim e suas clones não acertaram uma com o NES. Alien 3 é só mais um exemplo de porcaria meticulosamente produzida para enganar. E a enganação sempre começa pela capa.

Baseadas em uma das belíssimas (no sentido do design, claro, porque os Aliens eram monstruosos) posteres oficiais do filme, é o tipo da capa que cria impacto. Com a cor preta de fundo criando um vazio sombrio, o contraste com o verde meio neon ficou perfeito. A pouca luminosidade nas bordas do Alien ajuda a aumentar a rugosidade do monstro, dando-lhe textura de uma criatura de verdade. Se somarmos isso ao fato de que a maioria das capas dos jogos de NES era coloridas e em tons claros, Alien 3 era o tipo de jogo que facilmente destoava dos demais, chamando bastante atenção para si. A estética representou perfeitamente o universo de ficção científica e suspense do longa, e os demais elementos foram corretamente posicionados de modo que não criasse ruído sobre a figura central e o logo. A capa é perfeita naquilo que quer comunicar: o comprador tem a sensação de que trata-se de um game assustador e tenso. Pena que a mentira dura pouco tempo.

Como sempre nesses jogos da LJN, o game tenta enganar no comecinho, com uma bem executada tela de apresentação, com logo animado e uma musiquinha que se encaixou bem ali naquele contexto. Logo em seguida entra uma tela informando que o jogo começará, ao lado uma figura do alien babando ácido. A música tenebrosa ajuda a manter o clima. Mas basta começar de fato que a casa despenca, toda a expectativa vai para o brejo em poucos instantes. Para início de conversa, a primeira fase se passa em local que nada lembra alguma das locações do filme, e sim um lugar genérico, feio e que mais parece um esgoto. Sem cerimônia nenhuma, suspense nem nada, logo o primeiro inimigo do game é um Alien. O que ninguém me explicou até hoje é porque ele é destruído, dá um ganido agúdo como se fosse um cachorro puddle sendo chutado. Sério, quando fui rejogar esse game no emulador, eu broxei na hora. Se acham que estou de sacanagem, assistam o vídeo:

Agora tentem se imaginar no cinema, em uma aprazível noite de 1992. Está a destemida tenente Ripley de metralhadora de grosso calibre em punho, com o espírito pronto para matar ou morrer. De repente, em um beco escuro, ela dá de cara com grande Alien. Melecado em seu ácido e em posição de ataque, a horripilante critaura parte para cima de Ripley. Então, eis que a tenente puxa o gatilho e atira como se não houvesse amanhã. RÁÁÁÁTÁÁÁÁTÁÁÁÁÁ!!!!!! E o monstro alienígena explode com seu berro de morte: CÂIÍÍÍÍMMM!!!! Acho que nessa situação meu acesso de raiva seria tal, que eu arremessaria até minha cadeira contra a tela de projeção. Sobraria até para o gordinho suado (sempre tem um, podem reparar) da poltrona da frente.

Voltando ao jogo, não é difícil de notar que tecnicamente é medíocre mesmo para o padrão NES. As musiquinhas parecem que foram reaproveitadas de alguma outra coisa que estava em andamento na LJN, nem parecem que fazem parte daquele universo. Graficamente já vi coisa melhor no sistema, fora que os personagens são mal animados e faltou uma direção de arte decente para aquela bodega. Em algumas situações o Alien mais parece um borrão roxo correndo alegremente pela tela. O mapa é confuso, mal planejado, além de que o game não dá a menor indicação do que fazer ou para onde ir. Parece que isso foi algo proposital por parte dos produtores, já que dessa forma o tempo de jogo é aumentado artificialmente.

O jogo simplesmente não engrena, torna repetitivo facilmente, seja pelo seu gameplay sem graça, seja por seu level design ruim. Comparando com outras atrocidades da LJN, Alien 3 não se sai tão mal, é jogável. Mas bem que o Angry Videogame Nerd tinha razão em um de seus videos: basta ver o pequeno arco-íris na caixa de um jogo, e qualquer esperança de um bom game vai por água abaixo. Quando a tenente Ripley se jogou no poço de lava escaldante, bem que poderia ter levado o Alien 3 de NES consigo. Teria sido ainda mais heroína do que foi.

Se comparado a outras formas de entretenimento como assistir Zorra Total mudo em close caption ou ver um DVD do Alexandre Pìres em espanhol, até prefiro tirar umas partidas de Alien 3 mesmo. Mas em qualquer outra situação, procurem coisa melhor no NES, o que não é nada difícil. Sejam bons samaritanos e evitem as drogas. Mesmo que elas gritem “CÂIÍÍÍÍMMM!” quando destruídas.

André V.C Franco/AvcF – Loading Time.

27 thoughts on “Game Contraste: Alien 3 (NES)

  1. hahahaha

    eu ainda estou procurando um jogo da LJN que não seja MUITO ruim!!!!….
    só pra comparar com o post anterior… o pessoal da ljn está fazendo os últimos jogos do sonic? Oo’

  2. ah sim, erros de português no post (genero):
    **como o Acclaim**
    ***Baseadas em uma das belíssimas (xxx) posteres oficiais do filme*** 😀 (e no meu comentário anterior tb)

  3. Ta vendo, atigamente existiam muitos jogos medíocres tambem, não só hoje em dia, mas nós sempre lembramos do que foi bom e as coisas ruins são esquecidas. Esse eu lembro, tambem nao consegui jogar, muito dificil, chato, muito tedio huahua

  4. Flavio
    junho 25th, 2009 at 13:22

    “Ta vendo, atigamente existiam muitos jogos medíocres tambem, não só hoje em dia, mas nós sempre lembramos do que foi bom e as coisas ruins são esquecidas”

    Cara, tinha sim muita coisa ruim, além do que geralmente costumamos fazer a nossa própria versão do jogo. As vezes me lembro de um jogo antigo e penso: “Caraca, não fazem mais jogos assim”, aí vou jogar no emulador e vejo que não era tudo aquilo que eu lembrava. Não deixa de ser bom e divertoso 😀 mas não era tudo aquilo que eu lembrava…

  5. Se vc jogou a versão do mega primeiro a versão nes vai fazer feio mesmo… acho q pegaram pesado com este jogo, claro q não e um Mario 3 mas tbm não é tão ruim assim…

  6. Putz…q coisa….a versão de Mega e a de Super Nes eram muito boas….mas dentro dos 8bits…joguei muito a de Master System…e era fenomenal…eu adorava….hahahahaha…

  7. esse jogo é uma merda para fracos, que só jogam jogo facil.
    bom, a do nes que eu vi não tem nada de ruim, esta muito bom para um consolde de 8 bits, 8 bits 8 bits, não 16 ou 32.
    eu joguei muito esse game e me diverti por muito tempo.
    estão falando merda, o game é bom.

  8. Bom, quando um game é ruim, não tem essa de fracos e fortes. Se a questão é essa, terminei Ninja Gaiden 2, Mega Man 1 e Battletoads & Double Dragon, como faz? As versões 16-bits eram bem melhores mesmo, mas eram no máximo games medianos.

  9. eu lembro q joguei no emulador,porem nao curti muito ¬¬
    acho meio nojento esses jogos dos aliens,nem dos filmes eu gostei direito ~~

  10. Os filmes de Alien, mesmo os mais novos (menos antigos) me agradam muito. Mas o jogos… ¬¬

    Não joguei essa versão, de NES, ma cheguei a jogar a de mega drive e detestei.
    Passava horas no mega com um amigo meu, jogando beavis and butt-head e golden axe 3, mas nao perdia 15 minutos nesse jogo.

    PS: alguem aí se lembra de beavis and butt-head para mega? era muito engraçado…

  11. Pra salvação tem esse game que acho muito show Spider-Man and Venom: Maximum Carnage – pra mim um dos melhores do aracnídio, pra mim só salvam esse e o Web of shadow!

  12. Pegaram pesado com esse jogo, ele segue o mesmo esquema do de Mega drive, só q com sérias restrições gráficas, esse jogo não chega nem a ser bom, mas não chega a ser tão ruin, até pq nenhum jogo baseado em Alien 3 prestou mesmo.

  13. @Thales:
    De fato, golden axe 3 não é uma obra de genialidade, mas… Ainda era divertido, e ainda era golden axe.
    Já golden axe: the duel (acho que era esse o nome), para saturn sim, enterrou a série. O jogo era um jogo de luta sem-vergonha e “sem-golden axe”.

    Essa é mais uma das séries que a sega conseguiu estragar com esse papo de reinventar tudo.

  14. Nunca joguei o Alien3 de NES, mas o de SNES é da LJN e é sensacional. Repetitivo até dizer chega, mas muito bom assim mesmo.

    Vale lembrar que as versões de Master e Mega foram feitas pela Probe, que era outra especializada em causar calafrios só de ouvir o nome. Mesma coisa, jogos altamente repetitivos, mas bons. E a versão de Master é impressionante, muito fiel à de Mega.

    Golden Axe 3 acho um dos jogos mais injustiçados de Mega. Queria saber de quem foi a idéia de enfiar um jogo com o dobro de fases e 1 personagem a mais nos mesmos 512kb / 4 megabits de Golden Axe 1 e 2. Se o jogo tive ao menos 8 mega, o que já era mais do que padrão em 1993, acho que seria considerado um dos melhores beat’em ups de 16 bits.

  15. Golden Axe parou no 2, não tem jeito. Tava jogando agora há pouco e não rolou. Os gráficos são mais pobres, o som é mais pobre… e nem rola o “corrida + pulo + golpe”!

    Nunca deveriam ter feito Golden Axe 3, nem Road Rash 3, nem o Shinobi para o Saturn

  16. Nao sei se estou nessa sozinho, mas gostei muito do Bart Simpson vs Space mutants do NES, que era um jogo da Acclaim. Portanto, ao menos para mim, a Acclaim nao foi uma decepçao total…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.