Curiosidades dos games: Daniel Pesina: o Johnny Cage 20 anos depois

Saudações aos leitores.

Dando uma fuçada nas catacumbas das internets, acabei me deparando com uma excelente reportagem do site The Verge, falando sobre ninguém menos que Daniel Pesina, o ator por trás de Johnny Cage em Mortal Kombat e Mortal Kombat 2. Lançado em 1992, o Mortal Kombat originou um fenômeno de proporções épicas (para o bem e para o mal), e Daniel Pesina fez o papel do talvez personagem mais icônico daquele jogo – talvez igualado somente pelos ninjas Sub-Zero e Scorpion.

Experimentado artista marcial e dono de uma academia de Wushu em Chicago, Pesina relembra com bom humor de seus tempos de Johnny Cage e de como todo o trabalho para criar o personagem para o jogo foi feito “na raça”, sempre superando as limitações técnicas e orçamentárias. Mesmo não tendo aparecido na reportagem, Ho Sung Pak – o ator de Liu Kang e também do antigo WMAC Masters (que assistiu a Manchete se lembra) – também fala sobre como Pesina é, diferentemente de seu personagem, um sujeito boa praça e sempre disposto a colaborar. Nesse sentido, curiosamente os dois eram os únicos artistas marciais presentes no jogo e acabaram se tornando consultores informais de artes marciais, isso porque também o pessoal da Midway sabia muito pouco sobre lutas.

Ainda sobre a Midway, Pesina relembra sua amizade com Ed Boon e John Tobias, os idealizadores de Mortal Kombat, e de como os conheceu anos antes do jogo. Seu processo contra a Midway e a polêmica envolvendo a propaganda do jogo BloodStorm.


O restante da história está no link no início do post. Surgiro a vocês perder uns minutos lendo a reportagem, material bem legal, reitero.

Até o próximo post.

AvcF – Loading Time.

2 thoughts on “Curiosidades dos games: Daniel Pesina: o Johnny Cage 20 anos depois

  1. Cara, seu blog é muito bom, sempre tem posts interessantes. Se tiver tempo, atualize mais! Gosto muito dos seus textos. Grande abraço!

  2. Acho BloodStorm um jogo no mínimo detestável. Além do gore de extremo mal gosto, a jogabilidade e o “design” do jogo me lembram os decadentes jogos de luta da Atari “64bit” e do 3DO – E que conhencidência, são da mesma época! xD

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.