Cool Vibrations: Lumines (PSP)

Saudações aos intrépidos.

Falarei no post de hoje de um joguete meio esquecido do PSP, lançado no início de vida do portátil da Sony. Não sou um especialista em quebra-cabeças, mas eu gastei um tempo razoável com esse joguete. Acompanhem.

Normalmente em todo início de ciclo de um console logo surgem dois tipos de games, os quick shovelwares e os inventivos. O primeiro tipo é aquele esquema manjado de joguetes ruins feitos mais rápido do que o preparo de um macarrão instantâneo ou ports espertalhões de títulos já lançados (Twlight Princess, estou olhando para você). Já o segundo tipo é aquele tipo de jogo que se esforça em mostrar a si e o console como algo atraente, diferente do que tinha antes. Lumines se encaixa nessa categoria.

O gamplay de Lumines é simples como de todo puzzle, mas ao mesmo tempo possui uma certa profundidade. Ao jogador cabe descer os blocos que estão na parte superior da tela, combinando-os de para formar a maior quanitdade de sequências que puder. Isso tem que ser feito com certa velocidade, pois uma linha fica varrendo a tela, e ao passar sobre os blocos do jogador, contabiliza os pontos e combos. E aí começa a parte interessante da coisa. Quanto maior os combos conseguidos pelo jogador, maior a quantidade de coisas que ocorre na tela, como sons variados, luzes e transformações no cenário de fundo. Conforme se marca pontos, além de desafio e da velocidade aumentarem progressivamente, os temas mudam e com eles as músicas mudam junto.

Existem também outros modos de jogo, como os tradicionais versus e challenge, entre outras coisas. Mesmo não sendo muito chegado em música eletrônica, as batidas techno/trance/ “tunts-tunts qualquer outro rótulo” me soaram bastante agradáveis na maioria. As trilhas ajudavam a criar um clima bastante energético, tranformando o jogo em quase quebra-cabeça ritmico. Fora que a qualidade do som é muito boa, melhor ainda jogado com fone de ouvido.

Em 2005 Lumines ajudou o PSP a chamar atenção, com suas cores e luzes vibrantes, como nenhum quebra-cabeça tinha feito até então nas diminutas telas dos portáteis Nintendo. O game ainda teve uma sequência e uma versão para PC, mas creio que não devem ter feito muito sucesso (a primeira versão de PSP ganhou uma versão Greatest Hits). De qualquer forma, tive bons momentos com ele enquanto na época eu aguardava por mais lançamentos para o portátil. O resto é história.

André V.C Franco/AvcF – Loading Time.

11 thoughts on “Cool Vibrations: Lumines (PSP)

  1. Esse game foi muito bem comentado na época de seu lançamento, nunca joguei, mas agora fiquei curioso e vou dar uma olhada, adoro games do tipo tetris ou Dr. Robotinik mean bean machine, game na qual conheci porque vinha incluido no Sonic mega collection e fiquei viciado.

  2. ja ouvi falar muito bem desse jogo
    mas eu prefiro o irmão dele pro ds(irmão pq foi feito pela mesma empresa) Meteos
    certeza q quando comprar meu ds eu vo pegar esse jogo!!!

    muito viciante XD

  3. A meu ver nada que o bom e velho Tetris não supere – e se bobear, até o Columns também!

    Aliás, alguém aí se lembra de um joguinho lançado no início da 4ª geração chamado Klax? Era bem intrigante…

  4. Eu não entendia porque a versão desse jogo na XBLA era relativamente mais caro que outros puzzles, e o ignorei.

    Agora com esse post eu até me interessei (até porque amo esse tipo de jogo), e o estilo eletrônico das músicas realmente são legais, me lembrando a proposta do Tempest 2000 (que eu gosto MUITO!) que também traz músicas eletrônicas que dão um ótimo rítmo ao jogo.

  5. @Trouble Man: Conheci KLAX em um catálogo de jogos para Lynx, mas joguei-o no Mega Drive.

    Era um bom jogo, tinha um estilo isométrico que eu achei bacana, mas não cheguei a “viciar”…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.