Cool Vibrations – Donkey Kong Country 2: Diddy’s Kong Quest

Saudações aos caros internautas que nos visitam.

Após um tenebroso inverno em plena era de aquecimento global e consternação internacional a favor de pobre ursinhos polares, retorno para fazer justiça a um clássico da gloriosa geração 16 bits (sorry geração playstation): Donkey Kong Country 2: Diddy’s Kong Quest. Sem dúvidas mais uma obra daquela fase fantástica em que a Rare só fazia jogão.

Seqüência direta do aclamado e marketeado até a tampa, Donkey Kong Country, Diddy’s Kong Quest é superior em todos os quesitos ao antecessor, à exceção da trilha sonora, que considero a do primeiro insuperável ( além de ser uma das melhores daquela geração, ao menos para meu gosto). Por tudo isso, resolvi criar um pequeno buraco no cartão de crédito, gastando uns Wii points para jogar DKC 2, depois de tantos anos após seu lançamento original. Para ser sincero, tive um certo receio de que pudesse ser traído pela minha memória e adquirido um jogo que não passou bem pelo teste do tempo. Que bom que me enganei.

Tecnicamente brilhante, com gráficos e sons que puxavam os limites do Super Nes, o jogo ainda se apoiava na mecânica premiada do primeiro DKC, porém adicionando mais variedade a ação. O design de fases é simplesmente fantástico e ainda maior do que era antes. A adição da personagem Dixie trouxe uma forma diferente de jogar e ainda mais estratégia na utilização dos personagens para vencer os obstáculos, enquanto que Donkey e Diddy eram basicamente iguais, diferindo apenas na agilidade, Dixie alcança lugares impossíveis para Diddy, graças a seu pulo “helicóptero” em que ela rodopia no ar com sua longa cabeleira loira. Ainda sim, os desafios são balanceados entre os dois personagens, com situações em que cada um se sobressai para conseguir atingir determinados objetivos.

O trabalho em dupla foi ampliado no jogo com adição do comando em que um personagem coloca o outro sobre os ombros, podendo atirar o companheiro sobre os inimigos, ou para cima, para conseguir atingir lugares aparentemente inacessíveis. O design de fases extremamente bem elaborado contribuiu para que essa implementação aumentasse a profundidade do gameplay do jogo, criando situações de exploração junto com os momentos típicos existentes nas fases de plataforma. Outra novidade, a moeda DK, incentivava ainda mais os jogadores à exploração, ao invés de simplesmente seguir em frente para passar os estágios,

Por falar neles, enquanto o primeiro se focava na temática da selva, DKC 2 se inspirava na estética dos piratas, com galeões submersos, jacarés com pernas de pau, urubus com tapa-olhos, navios com tesouros, uma ilha escondida, etc. Ainda sim, havia uma grande variadade de cenários que iam desde montanhas russas mal assombradas, passando por coméias, até traiçoeiros pântanos. O som mantém o mesmo padrão, com músicas excelentes, bons efeitos sonoros e bastante uso de vozes por parte dos npcs (non playable characters).

Por fim, basta dizer que Donkey Kong Country 2: Diddy’s Kong Quest vale cada centavo dos oito dólares que custa. Gráficos que embora ultrapassados ainda são artisticamente belos, trilha sonora acima da média e gameplay que após treze anos continua refinado, fazem o jogo ocupar um dos canais do menu de quem tiver o Wii. Quem um dia foi rei jamais perde a majestade e DKC 2 é a prova disso, joguem e comprovem.

André V.C Franco/AvcF – Loading Time

21 thoughts on “Cool Vibrations – Donkey Kong Country 2: Diddy’s Kong Quest

  1. Esse foi um clássico!! Para mim esse foi o mais dificil dos 3, foi o ultimo que eu terminei. As músicas da montanha – russa são demais! Ótimo game mesmo, vale o investimento para quem tem um Wii e para quem nunca jogou e não tem um Wii, joga em um emulador! Abraços

  2. Lembro que antes de jogar eu tive um certo preconceito com essa versão, mas depois de joga-lá, além de ter achado o melhor (tanto em desafio quanto em jogabilidade) fritei muito até conseguir fazer tudo no jogo. Lembro que eu tinha um save só pra poder jogar a fase da corrida na montanha russa.

  3. mas tchulanguero, no DK dá pra ir e vir a hora que tu quiser, nao precisava ter um save pra isso, hehehehe… graças ao amigo explorador funky kong, com seu barril voador…
    o único que nao terminei com tudo foi o primeiro DK, não consegui os 101%… jogando em emulador… os outros eu terminei com tudo no snes mesmo.. eu tinha os dois cartuchos… um dos melhores jogos feitos até hoje em minha opiniao!

  4. hahahaha, é verdade… moeda com duas bananas desenhadas… lembro q tinha um truque na primeira fase, onde havia um mapa.. de ir até uma parte sem pegar nada de bananas, voltar, entrar numa parte do barco sair… era uma função para conseguir 75 moedas antecipadamente… que saudade desse jogo… pq vendi meu snes, hehehe!!!

  5. O jogo tinha três moedas, as banana coins, DK coins e Krem coins (sei lá qual era o jeito certo de se escrever). As duas últimas se pagava achando as passagens escondidas (as fases-bonus) das telas, enquanto que as bananas coins era recolhidas em tudo quanto era canto. Elas serviam para pagar o transporte do Funky Kong e aqueles quiz de ganhar vidas. A DK Coin era só pra ser “o maior herói nintendo” e as krem serviam pra pagar o fortão que dava acesso aquela ilha com as fases escondidas.

    O truque da primeira fase era pra já começar com todas as 75 krem coins, mas eu não gostava desse tipo de trapaça, achava que era coisa de pato 😎

  6. exatamente… nunca usei esse truque mesmo, tanto é q consegui tudo nada raça mesmo, hehehe… joguinho nao é fácil não.. joguei um pouco ontem para lembrar, o jogo é mto bom!!! o 2 pra mim é o melhor.. o 3 nao fica pra trás!!

  7. Po, jogão esse, Donkey Kong faz parte dos classicos do Super Nintendo.
    Alias tinha quando mostrava o ranking dos “maiores da nintendo” uma lixeira com o pé do sonic com uma placa escrito algo do tipo : “Não tera vez”, ou algo assim :p

  8. Se não me engano as Dk coins serviam também para ver o verdadeiro final lá naquele mundo secreto além de serem obrigatórios para os 102%, sabiam que o Link tem uma aparição especial no game? Descobri casualmente quando zerei uma vez com poucas moedas Dk e fui ver o ranking!!! Acho que são necessárias menos de 29.

  9. eu sei de 2 passagem secretas do donkey kong 2 uma na terceira fase e soh vc colocar o macaquin nas cost e pular e jogarpra cima do BONUS mais naum pode acertar o bonus e do lado g]do guincho
    e a segunda ´passagem e na fase da agua
    na hora ki vc cair na agua vc entra em um espaço ki ta faltando duas caixas masi tem ki entrar no espaço maior

  10. UMa Vez consegui todas as DKS Todos os Bonus Mais eramento especial …
    O jogo deu Um bog n sei oque Ouve Abriram 3 Novaz Fases
    UMa no mundo fantasma uma no mundo das abelhas e uma no mundo do castelo
    Mas as fases n tinham saida e consegui 180 %
    Foi no meu Supernitendo e tenho o cartucho ate hj
    se n me engano o Jogo esta salvo nele ate hj …

  11. HAA Galera esqueci de comentar Eu consegui 41 Dks ao matas o bos do mundo secreto de novo cara fiquei pirado tava com 13 anos pena q n tirei foto pra postar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.