Choque de gerações

Saudações aos atentos.

O que posto aqui é uma sequência de videos em que um sujeito de um tal “Projeto D” (cujo site chama-se nerdbaloom) pega garoto chamado Dylan e o coloca para encarar alguns games do NES. Pela sua maneira de se expressar, me parece que Dylan é o garoto pré-adolescente, e que provavelmente nunca ouviu falar dos jogos dos 8 e 16-bits. Uma prova disso é que ele não tem a menor noção de quem sejam as Tartatugas Ninja ou os Battletoads. Enquanto o guri vai jogando e se deparando com um mundo gamístico fora de seus padrões, o cara mais velho vai perguntando o que o garoto está achando daquilo tudo. Há alguns momentos engraçados, e também é divertido perceber alguém que não tem nenhuma das referências que achamos tão naturais. Vejam por vocês mesmos (infelizmente não há legendas) após o link


“Dylan:…de fato é um jogo difícil, não é tão fácil quanto Halo 3…” Esses casuais…oh wait!

É isso, amigos. Claro, não é uma experiência científica ou conclusiva, mas valeu (pelo menos para mim) ver como alguém de uma geração bem a frente da minha reage com os jogos que para mim pareciam tão absolutos. Bom fim de semana a todos.

André V.C Franco/AvcF – Loading Time.

8 thoughts on “Choque de gerações

  1. A-Lex…era so ter ignorado…e curti a materia avcf.
    a-lex tire o c e coloque s no lugar,no nome do avcf…essa e minha mensagem pra vc . . . s2

  2. te vi online outro dia….. ontem se não me engano tb…
    mas tava jogando street com um amigo meu… dps fomos jogar street alpha 1 e dps jogamos simpsons (baixei o mame e jogamos na tv… SHOW!)

    hahahahaha

    queria que aqui na empresa liberassem o youtube só pra ver os vídeos 🙁

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.