Briga na feira: Mega Man Maverick Hunter X (PSP)

Saudações aos carcamanos.

Relembro aqui neste post um joguete que tal qual Lumines, também foi lançado no início de vida do PSP e também acabou ignorado pelo grande público: Mega Man X: Maverick Hunter. Sim, eu joguei Maverick Hunter com pelo menos quatro anos de atraso, eu sei. Na época em que foi lançado o game me despertou curiosidade, mas só há pouco tempo pude achar uma cópia original para comprar. Seja como for, vamos voltar para o futuro dos reploids e mavericks após o link.

Remake do clássico originalmente lançado para SNES em 1993, Mega Man X: Maverick Hunter saiu para PSP em 2006, no início do ciclo do portátil. Com produção caprichada, gráficos refeitos em 3d e algumas revisões, o jogo dispunha dos atributos necessários para agradar jogadores old e new school. Mas o fato é que de certo modo acho que não agradou. Considerando a força e a relevância da marca Mega Man, Maverick Hunter foi muito mal comercialmente. Para se ter uma idéia, os números mais animadores que encontrei registravam algo em torno de duzentas e poucas mil unidades. Mas por que isso aconteceu? Talvez algumas coisas no próprio game possam explicar.

O primeiro ponto é que Maverick Hunter é um pouco mais que um remake, pois algumas alterações foram feitas, não apenas no gameplay, mas também no pano de fundo que embala a ação do jogo. Na versão original para SNES, o foco era sobre X e a luta contra a rebelião dos robôs comandados pelo vilão Sigma. No remake do PSP, resolveram dar destaque a Vile, o ridículo clone de Boba Fett metido a anti-herói auto-suficiente. Antes que reclamem, eu sei que ele é vilão, mas tanto ele foi alçado a condição de anti-herói, que ele é habilitado assim que se termina o jogo com X. Para dar liga para tais alterações, o pessoal da Capcom incluiu ceninhas com diálogos sofríveis, sem contar aquela sequência em anime genérico. Poxa vida, a abertura da versão original já era boa o suficiente, não bastava modernizá-la?


Ao menos aqui se tinha a noção de onde e como o protagonista surgiu

Pior ainda eram os desnecessários e constrangedores diálogos com os chefes de fase, a idéia mais infeliz que a Capcom já aplicou nos games Mega Man. Sério, para quê? Sem contar que a credibilidade de alguns dos chefes ía para o espaço no infeliz instante que abriam suas bocas para falar. Essa idéia idiota nunca deveria ter saído de Mega Man 8, o pior game da série clássica. Mas acalmem-se amiguinhos, Maverick Hunter X está muito longe de ser um desastre. A grande qualidade do game o salvou de ser algo ruim, pelo contrário, me diverti bastante enquanto o joguei. Mega Man X foi um game tão bom que criou uma nova série para o personagem, e Maverick Hunter fez um bom trabalho em resgatar isso. A competência técnica e o belo gameplay estão lá, além das modificações, que funcionaram.

Medindo virtudes e vícios, a balança pende positivamente para o lado de Maverick Hunter. Porém, o fato é que o público escolheu ficar com os clássicos, já que Mega Man X Collection foi lançado no mesmo ano e obteve vendas maiores (embora deva-se considerar que foi lançado simultaneamente para Playstation 2 e GameCube). Mas a grande “pena” dessa história talvez tenha sido o fato de que o planejamento original da Capcom era de produzir remakes dos três primeiros jogos da série X, o que por fim não ocorreu. Todavia, nada disso invalida o valor de Mega Man Maverick Hunter X, que merece ser considerado um dos clássicos da biblioteca de jogos do PSP. Muito bom game no geral.

Para quem não jogou ou deseja relembrar Mega Man X, experimentem Mega Man Maverick Hunter X. Só façam o favor a si mesmos de pular os diálogos toscos.

Até a próxima.

André V.C Franco/AvcF – Loading Time.

13 thoughts on “Briga na feira: Mega Man Maverick Hunter X (PSP)

  1. 1 -) onde vc encontrou o original????????? eu quero muito comprar!!!!!

    2 -) só te perdoo pq falou do vile.. agora, o anime ficou MUITO bom!!! oO’

    3 -) O vile ficou muito bem jogável, trouxe um “Tchans” a mais pro jogo e fizeram uma boa história pra ele. Eu gostei, e muito!!!!

    4 -) Não sei pq não vendeu bem… acho que faltou publicidade…. se for contar só com o mmx original no jogo, já vale MUITO a pena jogar…..

    5 -) conseguiu fazer o hadouken? eu tentei, tentei, não olhei na net e não consegui oO’

  2. @Edwazah: Na FNAC Paulista deve ter ainda, mas creio que tá (como sempre) os “zóio da cara”!

    @Tchulanguero: Queria ter tido essa coletânea para o Cube… 🙁

    Quanto à Rockman X, ele é como se fosse o “Street Fighter III” da série Rockman (isso guardadas às devidas proporções, claro – a ainda, na época em que o mesmo foi lançado) pois o jogo é, digamos, “robusto” se comparado com os Rockman originais da época (já tavam no 4 ou no 5, se não me engano…) – o bicho soltava até Hadouken (oportunismo puro que se valia da popularidade de Stret Fighter II na epoca)!!! Pena ese Maverick Hunter X não ter vingado como deveria, isso me remete à época em que a coletânea Rockman Megaworld do Mega Drive (Mega Man: The Willy Wars, no ocidente – que reunia Rockman 1, 2 e 3, com melhorias gráficas e sonoras, além de uma fase/modo de jogo a mais) foi lançada e lamentavelmente não foi aquele estouro de vendas, apesar das nítidas melhorias em relação aos 3 primeiros jogos da série que saíram originalmente no NES. Sempre quis que a Capcom acabasse lançando um Rockman Megaworld 2 pro Mega Drive (nesse caso reunindo obviamente os Rockman 4, 5 e 6), mas isso não foi possível.

    Já quanto ao Rockman 8 que o Avcf citou, de fato é fraquinho que dói. Ele é relativamente longo, porém muuuito fácil.

  3. É impressão minha ou o megaman trocou a X-buster por um maçarico na capa? Joguei esse game e o achei razoável em comparação ao original, primeiro que acabaram com as músicas que eram estilo ”Rock” e transformaram num troço meio ”Techno” não que o estilo seja ruim, mas os remixes ficaram fracos e acabaram com o estilo ”Action” da série. Fora que quase tive um treco quando vi o megaman todo em 3-d quando ele ganha uma nova arma, parecia gráfico do Jaguar rsrs agora os animes e os gráficos das fases ficaram bem legais, embora não sejam o suficiente para salvar o jogo.

  4. Os dialogos sao constrangedores mesmo…
    Mesmo assim, uma pena a CAPCOM nao ter feito o X2/X3 nesse estilo, compraria no dia 1 sem duvida.
    Inclusive Meu Maverick Hunter ficou aqui na minha gaveta (junto com Patapon e Castlevania Cronicles) mesmo depois de eu vender o PSP…

    Assim, se um dia eu pegar um psp de novo, ja terei os 3 melhores jogos do aparelho de cara \o/

  5. Ah…

    Pegue o Megaman Powered Up, o maior problema dele é ser excessivamente infantil, mas o jogo é mto bom, tem mto mais novidades q o remake do X

  6. principalmente o fato de poder editar e baixar fases (mesmo o jogo sendo pirata o/) 😀

    original mesmo além do dexter que veio, só o GoW.
    Quero esse mmmh tb 😀

    esse castlevania é muito difícil oO’

  7. Pow eu achei esse jogo muito bom! Adorava Megaman X no Snes, mas nunca tinha conseguido zerar… Só consegui no PSP, pena que esse é um dos poucos jogos bons de PSP

    Esse Castlevania é bem difícil mesmo, mas vale mais a pena pelo port de Symphony of the Night… 😛

    Mas, discordando um pouco do Rodrigo, o melhor de PSP pra mim é FFVI: Crisis Core =D

  8. Cara, esse Mega Men X no SNES era MUITO bom!! Quase lembrei das musiquinhas agora… Outro que eu gostei no SNES foi RockMan&Forte, apesar de não ser tão “original”…

    De qualquer forma, nunca venci nenhum deles e, realmente, os diálogos eram (e ainda são) horríveis!

  9. nossa, depois que terminei ele 1x, as outras começaram a ficar fácil….

    uns 2 anos atrás eu terminei ele enquanto meu char no wow fazia alguma coisa…. 😀 20 e poucos minutos com hadouken 😀

  10. Alem de algumas coisas que você citou, acredito eu que tenha sido principalmente porque a série estava começando a ficar defasada após Rockman X5. Rockman X6 não é bom, X7 pior ainda, e X8 nem se fala. E Command Mission? :p
    Ja era tarde para o Irregular Hunter X subir novamente ao topo como um grande jogo da Capcom :/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.