A Sega não aprendeu nada nem esqueceu nada

Saudações aos leitores.

Para quem ainda não viu ou não ficou sabendo, segue abaixo o trailer do mais novo game exclusivo de Wii U (sim, um jogo foi anunciado para ele) e 3DS, Sonic Lost Worlds:


Link

Impressionante. Tal como disse o marquês de Talleyrand (ao contrário do que dizem por aí, essa frase não é de Napoleão) sobre a disnastia Bourbon: “não aprenderam nada nem esqueceram nada”. A Sega por sua vez não apenas não aprendeu nada com os sucessivos fracassos dos jogos Sonic, como também nunca aprendeu nada sobre o que fez os games clássicos serem…clássicos (vide os lixos que foram Sonic 4 episode 1 e 2).Agora a aposta é fazer de Sonic uma versão pobre de Super Mario Galaxy.

Pobre Sonic. E o ciclo continua.

AvcF – Loading Time.

9 thoughts on “A Sega não aprendeu nada nem esqueceu nada

  1. Não sei não. O Generations ficou muito legal, e o Colors pelo que vi tb ficou (esse eu não joguei). Acho que é cedo para julgar assim por um vídeo assim. Quem sabe acertam. Só lembrar do caso Mortal Kombat…. Acho melhor esperar do que irar conclusões assim.

    Ultimamente tenho notado um mau humor aqui.

    Aproveitando e comentando do Killzone do PS4, eu não vi nada de “não impressionante” como foi dito naquela matéria. O jogo tem cara de game de inicial de nova geração e parece bem bacana e está bem bonitão sim se olharmos os detalhes gráficos e levar em consideração a suavidade e resolução em que o game deve rodar (ao contrário daquele Call of Duty que não impressiona nada). Um game de tiro não precisa ficar cheio de elementos steatlh e de RPG pra se tornar divertido, ainda mais q só vimos uma fasezinha e no geral a galera curtiu (ao contrário do que está acontecendo com o novo “Call of Puppies” que acabou virando piada…rs……). E aquilo não é fake, pois aquele demo foi jogado novamente em um programa de TV dias depois, ao vivo, e o cara fez coisas diferentes do que foi viso naquele gameplay q mostraram antes, mostrando que é gameplay sim. Acho que está precisando respirar um pouco mais fundo antes de descer o sarrafo em um monte de coisas que acabam de aparecer.

    Claro que posso estar estar errado (ano que não estou falando que o game irá ser bom, e sim apenas pra dar uma chance e esperar pra ver) quanto a este Sonic e o jogo ser um lixo mesmo, ou ser apenas mediano, mas não custa esperar e ver o que acontece. Quem sabe….

    (Mas concordo inteiramente com o que foi dito sobre o XBOXONE, sobre as limitações e frescuras do console em sí e a conferência patética. Agora quanto aos jogos, esperar a E3 pra ver.)

  2. Bom, quanto a esse jogo eu não estou tão cético, Na verdade eu estou até um pouco empolgado. Por mais que ele venha a ter um “quê” de Mario Galaxy ainda assim pareceu um jogo interessante. E o melhor jogo do Sonic dos ultimos anos foi exclusivo da Nintendo assim como esse então podemos ficar otimistas (mas não muito!).

  3. Também não concordo, parece no vídeo que esses são apenas trechos de uma fase, e não necessariamente o design do jogo inteiro. Acho que suas conclusões foram precipitadas.

  4. Parecem estar melhorando sim com Generations, Colors, e Deus queira que com esse Lost Words. Não espero nada absurdamente clássico como Sonic CD, Sonic 3 & Knuckles, ou mesmo o primeiro Sonic, mas acho que a coisa melhora sim. Mesmo porque pior do que os jogos lançados entre 2001 e 2009 da franquia, mais ou menos, não fica.

  5. Puxa! Fiquei extremamente empolgado!! Não sei, tem algo mágico nesse trailer…talvez as cores absurdamente vibrantes, talvez a simplicidade visual. Pode parecer bobagem, mas senti uma “aura” 16 bits nisso aí.

    Adorei mesmo e espero muito que seja excelente e que você rasgue a boca! 😀

    AvcF: tem muita água para rodar esse moinho, eu sei. Veremos.

  6. A Sega já foi meu amigo, bater em cachorro morto é fácil demais. Quem deve abrir os olhos é a senhora Nintendo, caso contrário daqui a pouco será a próxima Sega, ou seja, uma mera desenvolvedora falida e meiaboca. Depois da Notícia de que PES 2014, que se calhar sai até pra Java (lol), ou seja o problema não é poderio gráfico, e sim a simples base instalada pífia do console. Essa notícia e a maneira como ela foi divulgada deve ter caído como uma bomba na cabeça dos executivos da Nintendo (ou eles não sabem o que passa no mundo real?).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.