A era dos crossovers está de volta


Saudações aos espevitados.

O post de hoje tratará do retorno de uma das coisas mais legais quando se fala dos jogos de luta: os crossovers. A Comic-Con desse ano já revelou três games desse tipo : Marvel vs Capcom 3, Street Fighter vs Tekken e Tekken vs Street Fighter (sim, são dois jogos diferentes).

Quem diria que um evento voltado principalmente para histórias em quadrinhos traria novidades como essas. Mas o mais positivo não são os games em si, mas o contexto que eles carregam consigo. Não apenas estamos diante do renascimento dos games de luta, mas também a volta da era dos crossovers, esse extremanente divertido sub-gênero dos jogos de luta. A primeira era começou em 1996 com X-Men vs Street Fighter, terminando em 2003 com o burocrático SNK vs. Capcom: SVC Chaos, feito sob a velha e surrada engine dos games The King of Fighters. Então houve um hiato de cinco anos sem um game desse estilo, até o lançamento de Tatsunoko vs Capcom. Agora, um ano e meio depois, a Capcom (principalmente) e a Namco resolveram arregaçar as mangas e colocar seus lutadores para descer porrada na gelerê.

Marvel vs Capcom 3

Fiquei particularmente animado com esse anúncio, pois torcia para que a Capcom desse uma nova chance a essa “franquia”, após o fraco Marvel vs Capcom 2 (falei um pouco sobre isso no meu post sobre o Tatsunoko vs Capcom). Também gostei como a mecânica simples e eficiente de TvsC será implementada em MvsC 3:


A imagem está um pequena, mas dá para ter uma idéia

Agora vejam esse video gameplay:

Embora sejam trios contra trios, não há aquela zona desbalanceada do Marvel vs Capcom anterior. É de fato um game ágil (como Tatsunoko também é), mas com ritmo, mecânica, personagens coerentes. Mesmo Amaterasu, que a princípio parece deslocada, foi bem adaptada, parecendo ser bem mais divertida de jogar do que idiotas como Servbot, Anakaris ou Marrow. O capricho da produção também indica que picaretagens como War Machine, Wolverine Bone Claws ou Roll estarão de fora dessa vez. Por falar nisso, me agradou bastante a aproximação de MvsC 3 com a estética dos quadrinhos, o que garantiu originalidade e intensidade interessantes na direção de arte do jogo. Isso é perceptível desde o sombreamento dos modelos dos personagens, até a fonte nos textos in game. Os cenários também remetem mais ao universo Marvel, ao contrários das fantasias genéricas de antes.

Enfim, será mais um game fora de série da Capcom. Heróis interessantes que sempre eram preteridos agora estão presentes, como Dead Pool e Thor (esse deverá ser um apelão de marca maior). Não precisa de muito para constatar a óbvia qualidade desse game. Será mais um clássico do gênero, compra certa quando eu tiver um PS3 (ou vocês acham mesmo que jogarei com o indecente direcional do controle do X360?) Estou no aguardo desde já.

Street Fighter x Tekken

Esse foi realmente um anúncio curioso, pois a expectativa inicial era de um novo Namco vs Capcom (já houve um rpg tático com esse nome, mas ficou apenas no Japão). E ainda por cima serão dois games ao invés de um. Ou seja, curte mais o estilo Capcom? Então jogue Street Fighter x Tekken. Curte mais o estilo Namco? Tekken x Street Fighter será a escolha. Vejam o video gmeplay:


Link

Como puderam notar, na versão Capcom do crossover, o gameplay interamente baseado em Super Street Fighter 4, o que sem dúvidas foi uma decisão acertada, pois falamos de uma mecânica testada e aprovada. Diferente de MvsC 3 e sua velocidade, aqui o gameplay será mais cadenciado, mais voltado o estilo marcial dos personagens do que por seus poderes. E os melhores personagens de Tekken se encaixam muito bem nesse contexto.

Por outro lado, creio que esse jogo terá uma certa resistência por parte dos rardecores. Isso porque Tekken foi um jogo de luta medíocre e desequilibrado até sua quarta edição. Quem foi da época de Tekken 3, com suas rídiculas apelações baseadas em button mashing com Eddie Gordo, sabe do que estou falando. Mas esses problemas de mecânica foram melhorados em Tekken 5 e Tekken 5 Dark Ressurection; em Tekken 6 também não notei isso do pouco que joguei. Então, creio que muita gente ainda deve ter uma má impressão vinda desse tempo passado. Mas especificamente falando da versão Capcom, nem de longe será problema. O fato é que dependendo do plantel de Tekken poderemos ter confrontos bastante interessantes. Um exemplo será Zanguief contra King, o wrestler mais interessante dos games depois do grandalhão russo da Capcom (acho Alex, de Street fighter III, um personagem bem monótono).

Há diversas possibilidades nesse sentido. Chun-Li contra as irmãs Williams, Fei Long contra Marshall Law, Abel contra Marduk, ou ainda Balrog contra Steve Fox. Poderia citar vários outro exemplos ainda. Entretanto, não é possível saber com certeza, mas provavelmente a Capcom implementará modificações ou introduzirá algum sistema de esquivas, um elemento bastante presente nas estratégias de luta dos personagens de Tekken. Outro desafio de design será a ausência de projéteis (as magias) por parte do plantel de Tekken, as equipes tanto da Capcom quanto da Namco (em sua versão) são obrigadas a buscar soluções para evitar um desequilíbrio de forças entre os lutadores das duas marcas.

No lado 3d de Tekken x Street Fighter, fica um pouco compliado de especular com a falta de imagens e videos dessa versão. Mas se a Namco fizer uma adaptação de qualidade, realizará um feito que a Capcom buscou por anos e só fracassou. Jogos como a trilogia Street Fighter EX ou porcarias como Star Gladiator mostram isso. Independente de ser técnico ou não, Tekken tem uma mecânica 3d que funciona bem, com seus vastos combos e esquivas. A grande questão será adaptar os golpes e técnicas dos lutadores de Street Fighter para esse contexto, ou seja, que golpes atingirão mais na vertical ou horizontal, além da profundidade deles. Isso sem contar que os lutadores de Tekken têm listas extensas golpes, e nesse sentido ou a Namco terá de encontrar um equilíbrio entre “rechear” os street fighrers ou simplificar os lutadores de Tekken.

Seja como for, ainda é cedo para falar nesse caso. Esperarei pelos primeiros videos de gameplay para ter uma idéia mais clara do que se desenhará no horizonte. Eu prefiro a mecânica 2d de Street Fighter 4 à tridimensional de Tekken, contudo pode ser que fique um game interessante nesse caso também.

A era dos crossovers

A qualidade e o desempenho comercial dos games debatidos nesse post ditarão os rumos desse estilo de jogo. A depender do rumo, novos e interessantes games virão. Quem sabe um dia jogaremos algo como Marvel vs Capcom vs DC? Ou Street fighter x Tekken x King of Fighters? Ou quem sabe algo ainda mais alternativo, como um Marvel vs Shonen Jump (rolaria um ódio legal entre os marvetes e os otakus). Afinal, sonhar não paga imposto. Voltando ao plano da realidade, o dado mais positivo de fato é a recuperação do interesse e destaque que os jogos de luta estão voltando a ter, após um período de decadência na geração passada. Isso porque, por mais que a frase choque alguns, em se tratando de video games, dar porrada é bom demais. Com personagens estilosos e poderes escalafobéticos fica melhor ainda. Não vejo a hora de pegar o Iron Man e tacar um Proton Cannon ignorante naquele bocó do Hulk, ou surrar aquele patriota enjoado do Capitão América, de preferência com um personagem bem tosco, como a Felícia, por exemplo.

Por hoje é só, pessoal. Abraços e até o próximo post.

André V.C Franco/AvcF – Loading Time.

13 thoughts on “A era dos crossovers está de volta

  1. O Marvel Vs. Capcom 3 pra mim teria que trazer alguns personagens da Capcom como Ken, Blanka, talvez alguns estreantes de (Super) Street Fighter IV, o Rockman pode ser em sua versão ZX, e seria interessante se por exemplo, tivermos o Sir Arthur finalmente. Não sei porque mas acho que dessa vez Captain Commando, Tron Bonne, Servbot, Anakaris, Jill Valentine, Hayato, e se bobear até mesmo o Strider-Hiryu, rodarão. Da Marvel me surpreendam que Homem-Aranha e Venom ainda estejam ausentes, mas acho que deveriam incluir Demolidor, Justiceiro, Surfista prateado, os 4 protagonistas do Quarteto Fantástico (ou ao menos um deles que seja)Arcanjo, Elektra, manter o Cable, e sacar fora a personagem Medula (Marrow), Wolverine sem adamantium, Samurai de Prata, Espiral, Sentinela, etc.

    No fundo parece que a concepção dessa 3ª edição é ao menos mais equilibrada e menos “patifaria”.

    Mais tarde eu volto pra comentar sobre o Tekken x Street Fighter/Street Fighter x Tekken. 😉

  2. É… a Capcom voltou a investir com força nos jogos de luta. Na Comic Con ela anunciou que SF IV (incluindo o SSF IV) vendeu 4 milhões. Os crossovers novos prometem.

    De fato, o Tatsunoko vs. Capcom trouxe muitas melhorias de gameplay em relação ao MvC 2 e aprovei também o novo design. Não vejo a hora de pode jogar Marvel vs Capcom 3.

    Eu acredito que a Capcom não vai entulhar o jogo de personagens de SF (haja vista o sucesso de SF IV e o vindouro crossover com Tekken).

    E aparições de Amaterasu, Trish, Dante e Cris (além da silhueta do Viewtiful Joe que já apareceu em certas imagens promocionais), indicam que a Capcom irá investir em personagens novos de jogos diferentes, ao invés de reciclar os antigos personagens. Espero que tenha espaço para o Frank West e o Zero.

    Da parte da Marvel, foi brilhante a idéia de incluir o Super Skrull no roster de personagens, pois “desobriga” a Capcom em colocar o Quarteto Fantástico (já que o Super Skrull tem todos os poderes do Quarteto e é um de seus vilões clássicos).

    Com certeza, o Aranha e uma penca de mutantes (ficaria surpreso se Ciclope e Tempestade ficarem de fora) também estarão presentes. Surfista Prateado, Doutor Estranho e Motoqueiro Fantasma seriam personagens bem interessantes.

  3. Nossa gostei muito do que vi, mas falar que o game play de Tekken3 era só pertar botões com o Ed gordo que já ganhou é assinar em baixo que jogou pouco Tekken 3 hehehe era viciado nele sabia jogar com todos os personagens e sabia quase todos os combos era briga na certa no fliperama ^^

    Queria jogar os 3 no arcarde, pena que isso está em baixa =(

  4. Realmente os jogos de luta estão voltando com muita força, e esses bem-vindos crossovers estão ae para confirmar. Só que na minha opnião, o grande barato dos jogos de luta eram os fliperamas. Na época de X-Man Vs Street-Fighter era comum a galera treinar os combos nas versões caseiras para brigar de verdade nos fliperamas. Além de tudo, até por questões financeiras era algo mais… democrático. Hoje mesmo quando um jogo desses sai para arcade, temos que recorrer aos abusivos preços de shoppings para jogar. Eu mesmo vou demorar uns bons anos pra botar a mão em qualquer um destes jogos, assim como demorei para jogar os ótimos (opnião minha) Street Fighter III e Marvel Vs. Capcom 2 (DC).

  5. particularmente eu gosto de mvc2, e pela infinidade de personagens que eles tem 😀

    sou fácil de perder principalmente pq não sei os trocentos mil combos, mas contra meus amigos até que dá uma luta boa 😀

    gostei do visual do remake pro ps3 do mvc2, 15 dólares (que semana passada tava 7 T_T) bem gastos!

    quero muito jogar esse mvc3, já que o snk vs capcom eu achei uma merda….

  6. por mim podia ser deadpool x capcom que ja tava jogando. deadpool é mais cool que todo o resto da marvel junto!

    mas enfim, os crossovers são um deleite pra quem só consegue realizar aquele embate do seculo através do xarope mugen. entao ainda tenho esperanças de pegar uma luta de super homem x goku ssj trocentos, onde certamente será uma batalha tao épica que jorrará sangue por minhas narinas!

  7. Mas Tatsunoko vs Capcom não veio depois de Mortal Kombat vs DC Universe, que embora muitos tenham jogado na lama…é um joguete divertido paca de se jogar com a galera daqui da minha quebrada…Sobre os já anunciados crossovers…sonho de comsumo de qualquer um que goste de jogos de luta…

  8. eu joguei quase todos os tekkens,so falto o 4…mas ctz q eu prefiro tekken a sf!
    PQ NITROXX?
    Simples…eu jogava tekken pq nao curtia muito o sf2,e o tekken mesmo sem os poderes era mais massa,tinha o ed apelão,e era moleza de jogar com a gelere.

    E sim o 3 é bom,mas apelão,e realmente tudo foi concertado no tekken 5

    nao comprei o 6 ainda,mas se der eu compro! 🙂
    porem o sf4 pareceu tao bom e divertido…q da medo comprar 1 e nao gostar! hehe

    ps:e a capcom vai lançar o sf3:3° strike

  9. Vai RElançar, NitroxxBR…

    Bom, promessa é dívida: O Street Fighter X Tekken me impressionou, pois mostrou que o crossover entre as duas franquias e plausivamente possível (antes eu queria um Virtua Fighter x Tekken, sem ser pirata, claro!). Nesse vídeo o Kazuya ficou com uma jogabilidade do tipo “Abel com Shoryuken” se comparado com o Ryu, no vídeo de demosntração. Alguns duelos que eu gostaria de ver, entre os personagens das duas franquias:

    Ryu x Kazuya (esse já tem)
    Chun Li x Nina Williams (esse também)
    Cammy x Michelle Chang
    Ken Masters x Lee Chaolan
    Guile x Paul Phoenix
    Zangief x Armor King
    Abel x King
    Alex (SF III) x Jack
    Balrog (Vega) x Yoshimitsu
    E.Honda x Ganryu
    Vega (M. Bison) x Heihachi
    Gouki (Akuma) x Devil
    Fei Long x Marshall Law
    Thunder Hawk x Prototype Jack
    Ibuki x Kunimitsu
    Crimson Viper x Anna Williams
    Sagat x Bruce Irvin
    Dee Jay x Eddie Gordo
    Mike Bison (Balrog) x Roger
    Juri x Baek Doo San
    Adon x Brian Fury
    Blanka x Toshin (Ogre)
    Dan Hibiki x Mokujin
    El Fuerte x Craig Marduk
    Dhalsim x Kuma
    Evil Ryu x Devil Jin
    Sean Masuda x Jin Kazama
    Gouken x Jinpachi Mishima

    Entre outros. Na versão Namco (Tekken x Street Fighter), poderia ter um lutador no lugar de alguns outros, e alguns duelos trocados (Ken Masters x Jin Kazama, Chun Li x Jun Kazama, Crimson Viper x Nina Williams…)

  10. SvC Chaos era um saco! Apesar da abertura bacana e alguns cenários legais, era trash em tudo!!

    Só o fato da Capcom não ter re-re-re-reciclado o sprit da Morrigan para MvC3 já é um grande avanço pra mim! xD Com certeza esse eu quero jogar! o/

    Estou com medo da versão da Namco, pois não sou fã de 3Dfight, e acho que não vou curtir esse também – no máximo achar legal… talvez.

    Só uma pena esse jogo não sair para arcades, mesmo este mercado completamente em baixa hoje, é um game que eu gostaria de ver antes num arcade.

    Alías, já que a Capcom está animada com crossovers de luta, bem que eles poderiam tirar o “Sammy vs. Capcom” do mundo das idéias para o mundo real – Ainda sonho em ver um “Darkstalkers vs. GuiltyGear”, e como!!! Por esse (possível) jogo eu até dormiria na fila! AHUUARhRAUHARUHARU

  11. Olá, cometeu um erro na sua postagem

    –> “”as equipes tanto da Capcom quanto da Tecmo (em sua versão)””

    nesta frase você diz tecmo e não namco ^^

    enfim, acho que o trabalho mais dificil será da namco, pois não consigo visualizar personagens de sf (que são pula-pula) num jogo solido 3D, sem pula-pula, como tekken

    a capcom pode implementar “magias” de curto alcance nos bonecos de tekken, assim como são muitos personagens do the king of fighters por exemplo… o “shoryuken” (entenda windgodfist) do kazuya por exemplo, sairia raios eletricos, tal qual sai no game da namco, mas o efeito seria semelhante ao do terry por exemplo, com efeito especial e ideia de magia de curto alcance (enteda, ter que acertar o boneco de perto). Todos os bonequinhos do tekken seguiriam esse padrão, seria perfeito, basta a capcom focar nos principais ataques assinados por eles.

    Já a namco terá um trabalho mais dificil… ampliar o número de golpes dos street fighters e retirar estilo “manhoso” da jogada street fighter (o pula pula é so um dos exemplos). Imagina você com ryu não podendo ter qeu ficar pulando, e saltando radoukens e shoryukens….

    Ou seja, os bonecos de sf serão muito mais desconfigurados (em termos de ver eles se movimentando, no jogo da namco), do que os bonecos de tekken no jogo da capcom…

    em fim, espero dois bons jogos disso (claro tenho que torcer, gosto dos dois estilos).

    Comentário do AvcF: verdade, sei lá porquê escrevi Tecmo no lugar de Namco. Obrigado pelo aviso, já corrigi.

  12. Faz tempo que leio o blog, mas nunca comentei.
    Seus textos são bacanas, não é todo dia que se vê alguém com tanta bagagem gamística (e você fala tanto da Nintendo que é por isso que te chamam de nintendista).
    E Marvel vs Capcom 3 mal foi lançado e já é um clássico. Mais equilibrado que a versão anterior, a única reclamação que a maioria tem é pelo número de personagens, menor do que MvC 2 e a ausência de alguns deles, como Megaman e Cable. Pelo menos os chars inéditos são tão bons que compensam o problema, como Chris, Wesker, M.O.D.O.K.(que mesmo para os padrões dos vlões Marvel é feio pra caralho),Taskmaster, Deadpool, Viewtiful Joe, e o wrestler mais foda dos games, Mike Haggar – HUUUUUUUURRRYYYYYAHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! – ( sério, avcf, ele chuta mais bundas do que o Zangief e não acho o Alex monótono, pelo menos ele é inspirado no Hulk Hogan e é rival do Hugo Andore em SF III, que por sua vez foi inspirado em André o Gigante).
    O pessoal dos comentários pegou pesado demais com SvC Chaos, tá certo que ele é disparadamente inferior aos outros crossovers, tem uma movimentação limitada para os padrões dos jogos da SNK e já nasceu mal-envelhecido, mas também não é essa diarréia toda. Até porque ver o Goenitz dando unhadas no Vega, o Demitri transformando o Ryo em mulher, as versões demoníacas de Ken e Iori se porradeando, triplo Haoushokouken contra Shun Goku Satsu são coisas que não tem preço. Crossover ruim mesmo é o Capcom Fighting Evolution, que além de desequilibrado, é mais feio do que o M.O.D.O.K esfolado. Dava um bom Bad Trip.
    Por falar em Bad Trip ( é a seção do blog que você mais ama, avcf, sei disso ),seria fodástica uma matéria esculhambando, aloprando e humilhando a maior palhaçada feita na geração PS2: as 87689645646761234354355789886554 versões hackeadas de GTA San Andreas, todas entupidas de bugs e que assolam as locadoras e lan-houses Brasil afora.Essas porcarias conseguiram matar a credibilidade do game, e que me fizeram desistir da série. Nem as merdas que a LJN fazia eram tão ruins quanto esses jogos. Parabéns pelo blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *